Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Coronavírus: ritmo de contágios e mortes nos EUA desacelera

O estado de Nova York segue como o epicentro da pandemia no país; apesar de desaceleração, número de mortes já passa de 107.000

Por Da Redação Atualizado em 4 jun 2020, 10h43 - Publicado em 4 jun 2020, 10h36

Os Estados Unidos chegaram nesta quinta-feira, 4, a 1.851.520 casos confirmados de contágio pelo novo coronavírus e 107.175 mortes por Covid-19, de acordo com a contagem independente da Universidade Johns Hopkins, que compila dados sobre a pandemia em todo o mundo.

Os números indicam que houve 18.417 novas infecções e 919 mortes entre as 20h locais (21h de Brasília) de terça 2 e quarta-feira 3, o que representa uma queda em relação aos últimos dias. Na terça, por exemplo, foram 23.144 contágios e 1.177 óbitos.

O estado de Nova York continua como o epicentro da pandemia nos Estados Unidos, com 378.924 casos e 29.918 mortes, das quais 21.170 ocorreram apenas na cidade homônima.

ASSINE VEJA

As consequências da imagem manchada do Brasil no exterior O isolamento do país aos olhos do mundo, o chefe do serviço paralelo de informação de Bolsonaro e mais. Leia nesta edição
Clique e Assine

Nova Jersey é o segundo estado mais afetado, com 162.068 casos e 11.880 mortes, seguido por Illinois (124.279 e 5.665, respectivamente) e Califórnia (120.407 e 4.422).

O número não oficial de mortes em todo o país está abaixo das estimativas iniciais da Casa Branca, que projetava, na melhor das hipóteses, de 100.000 a 240.000 óbitos por Covid-19, mas ultrapassou muito a previsão mais otimista do presidente Donald Trump, que era de 50.000 a 60.000.

Já o Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde da Universidade de Washington (IHME), cujos modelos da evolução da pandemia são frequentemente utilizados pela Casa Branca, chegou a estimar que até o início de agosto a crise deixaria mais de 143.000 mortes nos Estados Unidos, mas revisou o número para mais de 135.000.

(Com EFE)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês