Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Quem é Karina Milei, irmã e guru do próximo presidente da Argentina

Papel que Karina, chamada de "Chefe", "Messias" e "Moisés" pelo irmão, desempenhará no novo governo levanta questionamentos entre argentinos

Por Henrique Barbi
Atualizado em 21 nov 2023, 19h46 - Publicado em 21 nov 2023, 16h15

Eleito presidente da Argentina no domingo 19, o ultraliberal Javier Milei agora terá os holofotes voltados para seus pares. Um de seus mais íntimos conselheiros é a irmã dois anos mais nova, Karina Elizabeth Milei, de 50 anos, a quem o político faz juras de confiança e diz ser sua mentora. 

Na noite da vitória, o protagonismo de dar as boas-vindas ao mais novo líder da Casa Rosada foi todo dela, que ao contrário do irmão não é dada aos microfones, redes sociais e tem uma atuação voltada integralmente aos bastidores.

+ Humorista e imitadora: a provável nova primeira-dama da Argentina

“Gostaria de apresentar o presidente eleito, Javier Milei”, proclamou em uma das raras vezes em que sua voz foi ouvida pelo grande público. 

O perfil mais discreto de Karina faz com que as pessoas não saibam muito sobre ela, a não ser pelas declarações de Milei ou de seus aliados e opositores. Ela também é apontada como uma figura centralizadora e tida pelo economista como “Chefe”.

Muitos apontam que a irmã caçula é quem cuida de cada passo dado pelo agora presidente, desde a atuação política exitosa, passando pelo divã da vida pessoal até o guarda-roupa. Isso inspira questionamentos entre os argentinos sobre o lugar que ela vai ocupar nos próximos anos.

Continua após a publicidade

É dela a invenção do visual de roqueiro ostentado por Milei, que somado ao cabelo despenteado também trocou os ternos pelas jaquetas de couro. Karina se referiu ao irmão como um rock star e profetizou que ele chegaria ao cargo mais alto do país, em uma rara entrevista.

Durante a corrida pelo Executivo, boa parte das ações passavam pelo crivo dela. Uma carta recente do partido fundado por Milei, A Liberdade Avança, responsável por denunciar supostas fraudes na reta final do processo eleitoral, foi assinada por ela.

Estratégias de discursos, agenda e até mesmo efeitos visuais da campanha estavam no rol de atuação daquela que seria “o cérebro por trás de Milei”, ou, nas palavras dele, “Moisés”.

“Vocês sabem que Moisés era um grande líder, mas não era bom em espalhar a palavra. Então, Deus enviou Orón para espalhar a palavra. Bem, Kari é Moisés e eu sou aquele que espalha a palavra. Sou apenas um divulgador”, disse Milei ao explicar mais um dos apelidos dados a ela.

O populista de extrema direita costuma chamar a irmã por mais nomes, como “Messias” e “primeira-dama”. O último foi revelado durante uma entrevista ao jornal argentino La Nación, quando falava do papel que ela ocuparia em um eventual governo.

Continua após a publicidade

“É a pessoa mais maravilhosa do mundo”, disse ele sobre a irmã em outra entrevista. Para o noticiário local, Karina é “a irmã mais famosa do momento”.

A “gestão de carreira” conduzida por ela remonta a mais de dez anos. Foi dela a ideia de, todos os meses, sortear o salário de deputado de Milei pela internet, algo que deu projeção ao político até então pouco conhecido em âmbito nacional.

Karina é formada em relações públicas e tem como hobbies a culinária e esculturas. Não teve filhos nem se casou, assim como o irmão.

Nascidos em uma família de classe média em Villa Devoto, bairro de Buenos Aires, os irmãos Milei sempre tiveram um ao outro. O pai, Norberto, foi motorista de ônibus, e a mãe, Alicia, dona de casa. Em um ambiente difícil, o menino era alvo de agressões constantes do progenitor e protegido pela irmã.

“Você sempre tem de ter alguém a quem confidenciar. No meu caso, é minha irmã”, revelou Milei ao La Nación, reforçando os laços de cumplicidade.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.