Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Presidente da República Tcheca chama pessoas trans de ‘nojentas’

Presidente Milos Zeman irrita a comunidade LGBTQIA+ com o comentário preconceituoso

Por Eduarda Gomes Atualizado em 29 jun 2021, 19h10 - Publicado em 29 jun 2021, 18h59

O presidente da República Tcheca, Milos Zeman, causou repúdio internacional ao chamar pessoas transgêneras de “nojentas” durante entrevista concedida a um programa de TV na última segunda-feira (28).

“Eu posso entender gays, lésbicas e assim por diante… Você sabe quem eu não entendo? Os transgêneros…  Toda cirurgia é um risco e essas pessoas trans são nojentas”, disse o presidente em entrevista à CNN.

A resposta veio depois do governante ser questionado sobre a nova lei aprovada na Hungria, e duramente criticada pela União Europeia. A legislação proíbe a representação ou promoção pública da homossexualidade para pessoas com menos de 18 anos no país.

Zerman, que é visto como controverso dentro do próprio governo tcheco, mostrou apoio ao presidente húngaro Viktor Orbán. Segundo Zerman, a União Europeia não deve interferir nos assuntos internos dos seus membros.

O comentário vem na semana do orgulho LGBTQIA+, em que cidades do mundo todo organizam marchas e desfiles para dar visibilidade aos membros da comunidade.

A parada de Praga está agendada para agosto. Zerman afirmou que o movimento tenta se colocar em uma posição superior na sociedade. E que se fosse mais jovem, organizaria uma manifestação de heterossexuais.

De acordo com o porta-voz da Parada LGBT de Praga, Daniel Zikmund, essas declarações têm efeito negativo na saúde mental da comunidade gay do país.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade