Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Polícia de Israel investiga ataque perto de Tel Aviv com ao menos um morto

Outras 17 pessoas ficaram feridas, supostamente atropeladas por um homem palestino na cidade de Ra'anana; também há relatos de esfaqueamentos

Por Da Redação
Atualizado em 7 Maio 2024, 16h23 - Publicado em 15 jan 2024, 10h35

A polícia de Israel declarou estar investigando um “suposto ataque terrorista” ocorrido na cidade de Ra’anana, 20 quilômetros ao norte de Tel Aviv, nesta segunda-feira, 15. De acordo com informações preliminares, um homem palestino teria roubado carros e atropelado várias pessoas, matando uma e ferindo pelo menos 17. Dois suspeitos foram detidos, e também há relatos de vítimas de facadas.

“Aparentemente, este foi um suposto ataque terrorista”, disse a polícia em um comunicado, acrescentando que um dos suspeitos era da cidade de Hebron, que fica na porção da Cisjordânia ocupada por assentamentos israelenses.

A polícia também disse que um dos homens roubou um total de três carros durante o suposto ataque.

+ EUA dizem ter repelido ataque de houthis contra navio de guerra americano

Mortos e feridos

O serviço de emergência israelense Magen David Adom (MDA) informou que uma mulher de 70 anos morreu devido aos ferimentos, que eram consistentes com facadas. Outras 17 pessoas ficaram feridas nos atropelamentos, que, segundo o MDA, ocorreram em três locais distintos. Das vítimas, ao menos duas estão em estado grave – um homem de 34 anos e um jovem de 16.

Continua após a publicidade

Mais nove pessoas ficaram moderadamente feridas e outras seis, levemente feridas. Quatro crianças e adolescentes que estão entre as vítimas foram levados ao Centro Médico Infantil Schneider.

+ Guerra entre Israel e Hamas completa cem dias com novos ataques

Em entrevista à Rádio do Exército, uma testemunha de um dos atropelamentos disse que “tudo aconteceu em um segundo”.

“Ouvimos o barulho de um acidente, como um carro batendo em outro carro”, disse Eden Arzi. “Vimos o motorista esfaquear uma mulher e ela fugiu, e [o motorista] esfaqueou um homem de 60 anos enquanto havia muitos gritos ao fundo, até que ele caiu no chão.”

Continua após a publicidade

Outra testemunha disse ao jornal israelense Haaretz: “Vi alguém esfaquear três pessoas perto do shopping, roubar um carro e atropelar pessoas com ele”.

+ Em Haia, Israel diz que acusação de genocídio é ‘distorção da verdade’

Investigação em curso

O prefeito de Ra’anana, Chaim Broyde, disse à emissora local Kan que ainda não está confirmado se os episódios de esfaqueamentos e atropelamentos estão relacionados. No Canal 12, principal canal de notícias de Israe, ele orientou a população da cidade a permanecer em casa enquanto as autoridades investigam o suposto ataque e avaliam a situação.

“Peço aos residentes e às crianças em idade escolar que não andem pelas ruas e esperem até que haja uma imagem clara [do que está acontecendo”, disse Broyde.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.