Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petroleiro iraniano explode próximo à costa da Arábia Saudita

Teerã diz que embarcação foi atingida por dois mísseis em ataque terrorista; Riad ainda não se manifestou sobre o caso

Um navio petroleiro de origem iraniana explodiu nesta sexta-feira 11, enquanto navegava pelo Mar Vermelho, próximo à cidade de Jedá, na costa da Arábia Saudita. Autoridades iranianas afirmam que a embarcação foi atacada por dois mísseis em um atentado terrorista. O governo saudita ainda não comentou o caso.

Um porta-voz da Quinta Frota da Marinha dos Estados Unidos, que patrulha a região, disse que as autoridades a bordo estavam “cientes de relatos” sobre o ocorrido, mas não forneceu detalhes.

O incidente ocorre na esteira de acusações dos EUA de que o Irã vem atacando petroleiros na região do Estreito de Ormuz, no Golfo Pérsico, nos últimos meses. Além disso, EUA, Arábia Saudita e outras nações atribuem ao país persa o atentado com drones que destruiu instalações da petrolífera Saudi Aramco em setembro. O governo iraniano nega ambas as acusações.

Em setembro, o ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, em entrevista transmitida pelo canal americano CNN, disse que um ataque a seu país provocaria uma “guerra total“, ao ser questionado: “qual seria a consequência de um ataque militar dos Estados Unidos ou da Arábia Saudita ao Irã?”

“Não queremos guerra, não queremos entrar em um confronto militar. Pensamos que um conflito armado baseado em uma farsa é terrível, mas não temos medo quando se trata de defender nosso território”, acrescentou Zarif.

(Com Estadão Conteúdo e Reuters)