Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Parlamentares preparam votação para questionar May, afirma jornal

Segundo 'Daily Telegraph', parlamentares conservadores devem entregar as 48 cartas necessárias para votar moção de censura

A primeira-ministra britânica, Theresa May, passará por uma moção de censura na próxima semana, uma vez que parlamentares de seu Partido Conservador devem entregar as 48 cartas necessárias para desencadear a votação, que visa questionar a liderança da premiê. As informações foram divulgadas pelo jornal ‘Daily Telegraph’.

May pode ter de enfrentar a moção de censura na terça-feira, disse o correspondente chefe de política do Telegraph, Christopher Hope, citando fontes que defendem o Brexit.

Na última quarta, a premiê anunciou a aprovação de um acordo preliminar sobre o Brexit. No dia seguinte, o ministro do Brexit, Dominic Raab, e a titular da pasta do Trabalho e Aposentadorias, Esther McVey, se demitiram, em meio a uma crise institucional, seguida às saídas de dois outros ministros.

Raab é o segundo secretário para o Brexit a renunciar devido aos planos de May para a desfiliação da UE.  Há um movimento que apoia o ex-ministro para se tornar sucessor de May, o que representaria uma grande reviravolta política.

Elaborado em nível técnico por negociadores do país e da União Europeia (UE), o acordo preliminar sobre o Brexit teve a questão irlandesa como principal ponto de conflito. Segundo a emissora RTE, os negociadores impuseram uma cláusula de garantia para evitar a instalação de controles alfandegários na fronteira entre a Irlanda e a Irlanda do Norte após a saída do Reino Unido da UE.

May tem insistido em uma proposta que não preveja checagens alfandegárias na fronteira irlandesa, mas a União Europeia defende a manutenção da Irlanda do Norte sob as regras sanitárias, fiscais e de regulamentação do bloco, incluindo a fiscalização de mercadorias que atravessam a fronteira. 

(Com Reuters)