Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Militares do Sudão dizem concordar com exigências de protestos

Exército ocupa o poder no país desde a queda do presidente Omar al Bashir

Por Da Redação
25 abr 2019, 02h23

Os militares que ocupam o poder no Sudão desde a queda do presidente Omar al Bashir anunciaram, nesta quarta-feira 25, que “concordam com a maioria das exigências” dos líderes dos protestos populares, após uma reunião que terminou com a demissão de três membros do Conselho Militar.

“Concordamos com a maioria das exigências apresentadas em um documento da Aliança pela Liberdade e Mudança (ALC)”, disse à imprensa o general Shamsedin Kabashi, porta-voz do Conselho Militar de Transição, após uma reunião entre militares e a oposição, que exige a entrega do poder a uma autoridade civil.

Um dos líderes da oposição presentes na reunião, Ahmed al Rabia, acrescentou que as partes também concordaram em formar um Conselho Conjunto, sem dar detalhes. Logo em seguida, o Conselho Militar anunciou a demissão de três de seus membros, os generais Omar Zain al Abdin, Jalaludin Al Sheikh e Al Tayieb Babikir.

Uma das lideranças dos protestos, a Associação de Profissionais Sudaneses (SPA) pediu ao conselho militar “que ceda imediatamente o poder a um governo civil” e pediu ao “governo de transição e às Forças Armadas que levem Bashir à justiça”.

Continua após a publicidade

A SPA também exigiu o julgamento das pessoas que cometeram o golpe de Estado de 1989, que levou Bashir ao poder ao derrubar um governo democraticamente eleito.

A reunião desta quarta-feira teve a participação dos militares e dos líderes da ALC, que agrupa as principais organizações da contestação.

O Conselho Militar de Transição assumiu o poder no Sudão após a queda de Bashir, no dia 11 de abril, diante da pressão popular.

(Com AFP)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.