Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

França rejeita patrulha britânica nas praias de Calais

Paris diz que medida 'comprometer a soberania’ e que Reino Unido deve encontrar alternativas

Por Ernesto Neves Atualizado em 2 dez 2021, 18h52 - Publicado em 2 dez 2021, 17h02

A França rejeitou o apelo do premiê Boris Johnson para que as autoridades britânicas realizem patrulhas conjuntas nas praias de Calais para impedir que imigrantes ilegais cruzem o Canal da Mancha.

Em uma carta enviada a Boris Johnson, o primeiro-ministro francês, Jean Castex, disse que o país não poderia aceitar a presença de policiais ou soldados britânicos. Isso, nas palavras do líder francês, comprometeria a soberania da nação.

Castex também sugeriu que Londres realize reformas em seus sistemas para oferecer “caminhos legais de imigração” para as pessoas irem para o Reino Unido, em vez de correr o risco da perigosa travessia.

Johnson provocou forte rejeição em Paris após publicar no Twitter uma carta endereçada ao presidente Emmanuel Macron.

No texto, o premiê pedia mais ações depois que 27 pessoas perderam a vida enquanto tentavam cruzar o Canal da Mancha, em novembro.

Segundo a imprensa francesa, Macron teria chamado Johnson de “palhaço” e “idiota” em conversas com membros de seu gabinete.

Continua após a publicidade

Publicidade