Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

EUA detectam dez casos de Covid-19 em cruzeiro com mais de 3 mil pessoas

Autoridades de saúde disseram que vão testar todos a bordo. Não se sabe se as infecções foram provocadas pela nova variante ômicron

Por Simone Blanes Atualizado em 5 dez 2021, 18h45 - Publicado em 5 dez 2021, 17h09

Autoridades de saúde do estado da Louisiana, nos Estados Unidos, informaram na noite de sábado 4, que dez casos de Covid-19 foram detectados em um cruzeiro com mais de 3,2 mil pessoas que retorna neste domingo 5, à cidade de Nova Orleans. Membros da tripulação e passageiros do navio da Norwegian Cruise Line (NCL) estão entre os contaminados do cruzeiro que partiu no dia 28 de novembro e fez escalas em Belize, Honduras e México.

O anúncio chega em meio ao surgimento da nova cepa do coronavírus ômicron, classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como “variante de preocupação” pelo alto grau de mutações. Não se sabe, porém, se as infecções no navio foram provocadas pela nova variante, que já registrou casos nos Estados Unidos.

O Departamento de Saúde da Louisiana declarou que antes de desembarcar do navio, todos a bordo serão testados. “Aqueles que testarem positivo para a Covid-19 viajarão em veículos pessoais diretamente para suas residências ou serão isolados de acordo com os regulamentos atuais em acomodações fornecidas pelo NCL”, informou o órgão via Twitter. Segundo o portal “Our World in Data”, ligado à Universidade Oxford, somente 49% dos moradores da Louisiana completaram o esquema vacinal contra a Covid-19 até 4 de dezembro.

Publicidade