Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Escalada de violência: Palestinos disparam mísseis em Jerusalém

Militantes de Gaza dispararam mísseis contra áreas israelenses da cidade nesta segunda-feira (10)

Por Ernesto Neves Atualizado em 10 Maio 2021, 13h43 - Publicado em 10 Maio 2021, 13h29

Manifestantes palestinos  dispararam ao menos sete mísseis contra áreas israelenses de Jerusalém na tarde desta segunda-feira (10). A violência fez com que moradores da cidade deixassem seus edifícios para buscar abrigo em bunkers.

Os foguetes foram disparados após uma operação policial realizada na Mesquita de Al-Aqsa, um dos locais mais sagrados para o Islã. Durante a intervenção das forças de segurança, ao menos 300 palestinos ficaram feridos, segundo a imprensa local.

Um dos mísseis caiu num vilarejo a oeste de Jerusalém, deixando uma série de casas danificadas. Não houve, até o momento, relatos de vítimas. O grupo Hamas assumiu a responsabilidade pelos ataques, dizendo que agiu para proteger os palestinos após a operação policial no complexo da Mesquita de Al-Aqsa.

Outro míssil antitanque foi disparado contra um veículo militar israelense no perímetro de Gaza. O motorista do veículo ficou ferido. Esse ataque foi feito pela Jihad Islâmica, outro grupo de resistência da Palestina.

A atual onda de violência teve início após a Suprema Corte de Israel determinar que famílias palestinas sejam despejadas de uma área de Jerusalém Oriental para dar lugar a famílias judaicas. Essa região de Jerusalém tem maioria muçulmana e cristã e é reivindicada como futura capital do Estado Palestino.

Continua após a publicidade
Publicidade