Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Donald Trump anuncia ataques aéreos na Síria

Ataque é resposta ao suposto uso de armas químicas pelo regime sírio contra população

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou na noite desta sexta-feira que ordenou ataques aéreos na Síria. A ação americana está sendo realizada em conjunto com a França e com o Reino Unido e é uma resposta ao suposto uso de armas químicas pelo regime do ditador sírio, Bashar al-Assad, que deixou dezenas mortos e centenas de feridos no país no último fim de semana em um dos últimos redutos rebeldes do país, a cidade de Duma, nas proximidades de Damasco.

 

Os bombardeios começaram ainda enquanto Trump e a premiê britânica, Theresa May, anunciavam a ação coordenada.

“Há pouco tempo ordenei que as forças armadas dos Estados Unidos lancem ataques precisos a alvos associados à capacidade de armamento químico do ditador sírio, Bashar al-Assad. A operação, combinada com as forças armadas de França e Reino Unido, está em curso no momento”, anunciou Trump, segundo o qual a intenção do ataque é “estabelecer um forte impedimento contra a produção, disseminação e uso de armas químicas”.

“Estamos preparados para manter essa resposta até que o regime sírio pare com o uso de reagentes químicos proibidos. Também tenho uma mensagem aos dois governos que apoiam a Síria, Irã e Russia: que tipo de nação quer estar associada a um governo que mata mulheres, crianças e homens de forma massiva?”, afirmou Trump, que ainda classificou Assad como “ditador brutal e assassino”.

O presidente americano afirmou que o ataque químico sírio é resultado do “fracasso” da promessa do presidente russo, Vladimir Putin, de que acabaria com as armas químicas do regime de Bashar al-Assad. “Putin prometeu que ia acabar com as armas químicas da Síria. Os ataques são reflexo do fracasso da Rússia em cumprir essa promessa”, declarou o republicano em seu pronunciamento.

Na quarta-feira (11), Trump comentou que a Rússia tinha dito que derrubaria quaisquer mísseis disparados na Síria. “Fique preparada, Rússia, porque eles virão, belos e novos e ‘inteligentes’!”, afirmou. A declaração do líder americano gerou uma resposta da porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, segundo a qual “mísseis inteligentes deveriam voar na direção de terroristas, e não na direção do governo legítimo, que tem combatido o terrorismo internacional em seu território por diversos anos”.

Na quinta-feira (12),  Donald Trump havia recuado sobre a posição. Por meio de sua conta no Twitter, o republicano publicou que “nunca disse quando um ataque à Síria ocorreria. Pode ser muito em breve ou não tão breve assim! Em todo caso, os Estados Unidos, sob minha administração, fizeram um grande trabalho de livrar a região do ISIS (sigla do Estado Islâmico). Onde está o nosso ‘Obrigado América?’”, ironizou.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Daniel Cardoso

    Medidas enérgicas deveriam ter sido tomadas pelo Obama a muito tempo atrás.

    Curtir

  2. Paulo Bento Bandarra

    Certamente é em tentativa de evitar a derrota dos terroristas financiados pelo Ocidente.

    Curtir

  3. Paulo Bento Bandarra

    O Iraque mostrou como funciona estas ações.

    Curtir

  4. Paulo Bento Bandarra

    Não esperou a inspeção da ONU

    Curtir

  5. Paulo Bento Bandarra

    Nem autorização dela.

    Curtir

  6. Trump ainda não me decepcionou. Obama, por algum tempo, me impressionou, mas logo ficou evidente que era fraco demais para o cargo que okupava, e hoje temos um Putin “senhor da guerra”.

    Curtir

  7. Acho muito esquisito um país ter que seguir regras numa guerra. Armas que matam mas deixam os corpos inteiros são proibidas. As armas “permitidas” são só aquelas que destroem os corpos, como os mísseis. Já as armas nucleares são liberadas, mas não para todo mundo.

    Curtir

  8. Ataíde Jorge de Oliveira

    AiATô£ä!
    Venha_Nos_Sa£VaR,VEjA:
    O Império_FIR$T queimando as pontes!
    PARA q o Czar.kgB, em fim de contas, possa restaurar Bizâncio;
    AGORA, sob as asas do $Çü£TãO ErDôgANgAN, Meio_EURO; Meio_CHINATOWN 😮

    Curtir