Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Coreia do Norte volta a disparar misseis de curto alcance

É a terceira vez em menos de uma semana que regime comunista faz demonstração de força

Por Da Redação
4 mar 2014, 11h33

A Coreia do Norte disparou nesta terça-feira sete mísseis de curto alcance ao mar a partir de sua costa oriental, no terceiro lançamento deste tipo desde a última quinta-feira e ao mesmo tempo em que a Coreia do Sul e os Estados Unidos realizam exercícios militares na região.

O Exército norte-coreano lançou três mísseis por volta das 6h locais e outros quatro as 16h17 locais. Ambos os lançamentos foram feitos a partir da cidade de Wonsan, no sudeste do país, confirmou o Ministério de Defesa da Coreia do Sul, após corrigir a informação de que Pyongyang tinha lançado apenas um míssil.

Leia mais:

Relatório da ONU cita violações de direitos humanos e pede punição ao regime

‘Coreia do Norte está mais imprevisível que nunca’, diz presidente sul-coreana

Continua após a publicidade

Os primeiros três mísseis percorreram 55 quilômetros até cair ao mar, enquanto os quatro lançados pela tarde abrangeram uma categoria de 155 quilômetros e eram ‘de um novo tipo’, indicou à Agência Efe um porta-voz do ministério de Defesa da Coreia do Sul, que aguarda a apuração militar para dar mais detalhes.

Seul acredita que os projéteis de hoje não eram do tipo Scud, como no caso dos dois lançados ontem e dos quatro lançados na última quinta.

Leia também:

Separados pela guerra, sul-coreanos participam de reencontro coletivo no Norte

Famílias separadas pela Guerra da Coreia se reúnem após 60 anos

Continua após a publicidade

Até o momento, o governo sul-coreano não considerou os lançamentos de mísseis de curto alcance como uma ameaça, embora o Exército tenha reforçado sua preparação.

Tanto as autoridades sul-coreanas como analistas consideram tais ações como uma “provocação” do regime do ditador Kim Jong-un que deseja demonstrar força frente aos exercícios militares conjuntos que Seul e Washington estão realizando no território e águas da Coreia do Sul.

(Com agência EFE)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.