Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Coreia do Norte anuncia suspensão de testes nucleares e de mísseis

Decisão foi tomada menos de uma semana antes do histórico encontro entre Kim Jong-un e Moon Jae-in

Por Da redação Atualizado em 20 abr 2018, 20h58 - Publicado em 20 abr 2018, 19h54

O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, anunciou nesta sexta-feira (20) que seu país suspenderá todos os testes de mísseis e fechará o local onde os últimos testes nucleares foram realizados.

“A partir de 21 de abril, a Coreia do Norte irá parar com os testes nucleares e lançamentos de mísseis intercontinentais”, diz a nota oficial divulgada pela KCNA, a agência de notícias oficial do regime.

A decisão foi tomada durante uma reunião do comitê central do Partido dos Trabalhadores da Coreia, que aconteceu nesta sexta para discutir questões políticas relacionadas a uma “nova etapa” de um período “histórico”.

“Vamos fechar um local de testes nucleares no lado norte do país para provar nossa promessa de suspender os testes nucleares”, informou a KCNA. “Os projetos gerais do partido e do país serão movimentados na direção de construir uma economia socialista, e todos nossos esforços serão feitos nesta direção. “

Continua após a publicidade

A Coreia do Norte também disse que se engajará em conversas com a comunidade internacional, abrindo caminho para o encontro de cúpula com o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, na semana que vem, e uma reunião com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no fim de maio ou começo de junho.

Trump elogiou a declaração da Coreia do Norte e disse que estava ansioso para se reunir com Kim. “A Coreia do Norte concordou em suspender todos os testes nucleares e fechar um importante local de testes. Isso é uma notícia muito boa para a Coreia do Norte e para o mundo – grande progresso! Ansioso por nosso encontro”, disse no Twitter.

O anúncio foi feito menos de uma semana antes do histórico encontro entre Kim Jong-un e o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, na primeira cúpula intercoreana em 11 anos.

Moon disse que Kim está disposto a discutir a desnuclearização total e que ele não insistirá para que as tropas americanas sejam retiradas da Coreia do Sul como parte de qualquer acordo.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)