Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ciclone Ava deixa 51 mortos e 22 desaparecidos em Madagascar

Tempestade atingiu o país no dia 5 de janeiro e provocou o deslocamento de mais de 54 mil pessoas

O ciclone que atingiu Madagascar no início deste mês deixou 51 mortos e mais de 54 mil deslocados pelas inundações, fortes chuvas e vento, informaram as autoridades locais no último domingo.

O ciclone tropical Ava tocou o solo em 5 de janeiro e arrasou a parte leste da ilha africana durante 24 horas, com ventos de 140 a 190 quilômetros por hora, provocando aumento no volume de rios, bloqueios de estradas e inundação de pontes.

No total, 22 pessoas permanecem desaparecidas, enquanto o número de desabrigados chega a 161 mil, segundo a Agência Nacional de Gestão de Riscos e Catástrofes (NBRCM).

Em seu curso, o ciclone provocou graves danos materiais e pessoais em todo o país, inclusive na capital, Antananarivo. A segunda cidade mais importante, Toamasina, também foi gravemente afetada pelo impacto do ciclone, razão pela qual o presidente malgaxe, Hery Rajaonarimampianina, se deslocou até o local, onde anunciou que o Executivo assumirá os custos de todos os funerais.

Um dos países mais pobres do mundo, Madagascar se vê, com frequência, castigado por ciclones. Em março do ano passado, o ciclone Enawo deixou 78 mortos na ilha.

(Com Agências de Notícias)

Veja também