Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Chuck Norris alerta: O Exército dos EUA vai invadir… o Texas

O ator, muitos cidadãos texanos e até o governador do Estado temem que o governo dos EUA queiram utilizar um treinamento militar de rotina para invadir seu próprio território

Por Da Redação 7 Maio 2015, 09h18

O ator Chuck Norris, eterno ‘Texas Ranger’ e atual queridinho dos memes na internet, fez um alerta em uma carta pública: o Exército dos Estados Unidos está prestes a invadir o Texas. Pior que o aviso de Norris, apenas a reação do governador Greg Abbott, que ordenou a mobilização das tropas estaduais para que fiquem atentas às ações dos militares americanos. O temor do ator e de outros adeptos de teorias da conspiração envolve um plano mirabolante que estaria sendo levado a cabo pela Casa Branca.

O ex-governador e potencial candidato à Presidência pelo Partido republicano, Rick Perry, questionou nesta quarta-feira a decisão de Abbott, ao considerar que a ordem de deixar as tropas estaduais em prontidão foi longe demais. “Acho que podemos confiar em nossos militares”, disse Perry, um veterano da Força Aérea. Perry não foi o único a criticar a decisão de Abbott, e o presidente do comitê das Forças Armadas da Câmara dos Deputados, o republicano Mac Thornberry, a considerou “ridícula”.

Leia também

Republicano Mike Huckabee anuncia candidatura à Presidência dos EUA

Obama indica general dos fuzileiros navais para ser novo chefe do Estado-Maior

As Forças Armadas dos Estados Unidos anunciaram que o ‘Jade Helm 15’, um treinamento rotineiro de tropas de elite, acontecerá entre julho e setembro no Estado ao sul do país. Os exercícios seriam um pretexto para os EUA invadirem seu próprio território, o Texas. A história surreal ganhou força e boatos se espalharam nas redes sociais. Em Bastrop, um dos condados do Texas onde estão programados alguns exercícios, os cidadãos organizaram uma grande assembleia popular expressando seu temor de que o ‘Jade Helm 15’ seja uma desculpa do governo federal para decretar a lei marcial e confiscar suas armas de fogo. Alguns mais exaltados saíram às ruas de cidades texanas com cartazes para protestar contra a iminente ‘invasão’. “Não à Gestapo [a polícia da Alemanha nazista] em Bastrop”, dizia um dos cartazes.

Em seu texto, publicado em um site que apoia ideias conservadoras, Chuck Norris escreveu que “o governo diz que são apenas treinamentos. Mas não estou seguro que o termo ‘apenas’ corresponda à realidade quando é utilizado pelo governo”. O ator se disse “particularmente” preocupado pois os exercícios vão “chegar muito perto da porta” do seu rancho. “É muito triste e ruim quando grandes operações militares são ordenadas em um Estado impetuoso como Texas e nem mesmo o governador ou seus senadores sabem os detalhes”, prossegue Norris.

O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, disse que não sabe “o que está passando pela cabeça” de Abbott. Além disso, o Pentágono, em nota, esclareceu que o treinamento “não representa qualquer ameaça para as liberdades civis dos americanos”.

(Da redação)

Continua após a publicidade

Publicidade