Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Boris Johnson testa positivo para coronavírus

Premiê britânico tem sintomas leves e está em isolamento, mas continuará trabalhando de casa

Por Julia Braun Atualizado em 27 mar 2020, 10h53 - Publicado em 27 mar 2020, 08h27

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, testou positivo para o novo coronavírus. Pelo Twitter, o premiê afirmou que desenvolveu sintomas leves nos últimos dias e que está em isolamento.

“E agora estou em isolamento, mas continuarei a liderar a resposta do governo via videoconferência enquanto lutamos contra esse vírus”, escreveu o chefe de Estado, de 55 anos, que é o primeiro grande líder mundial a divulgar o resultado positivo de um teste de Covid-19.

ASSINE VEJA

Coronavírus: a salvação pela ciência
Coronavírus: a salvação pela ciência Enquanto os melhores laboratórios do mundo entram em uma luta bilionária contra a doença, países trazem experiências bem-sucedidas para que a vida e a economia voltem à normalidade
Clique e Assine

O premiê ainda divulgou um vídeo em que afirma que está com um pouco de febre e “tosse persistente”. “Estou trabalhando de casa e me isolando. Isso é a coisa certa a se fazer”, disse.

Ele ainda agradeceu o sistema público de saúde do Reino Unido por estar trabalhando para ajudar o país a atravessar a pandemia, e reiterou que ficar em casa é fundamental para impedir a propagação do vírus: “Fique em casa e salve vidas”.

Segundo a imprensa britânica, outros ministros do governo podem ter que se isolar, por terem tido contato com Johnson.

  • Nesta quarta-feira 25, o príncipe Charles, filho da rainha Elizabeth II e herdeiro do trono britânico, também anunciou que está com Covid-19. Aos 71 anos, ele está no chamado grupo de risco da doença.

    Ao todo, o Reino Unido tem 11.816 casos de contaminação pelo coronavírus confirmados, além de 578 mortes. Johnson decretou a instauração de uma quarentena nacional desde a meia-noite de segunda-feira 23.

    Continua após a publicidade
    Publicidade