Clique e assine com 88% de desconto

Base americana e comboio europeu são alvos de ataques na Somália

O grupo terrorista Al Shabaab, braço da Al Qaeda na região, reivindicou os atentados contra as tropas estrangeiras

Por Da Redação - 30 set 2019, 12h29

Terroristas do grupo Al Shabaab, filiado à Al Qaeda, atacaram nesta segunda-feira, 30, uma base militar americana em Baledogle, na Somália, usada para operações com drones, e um comboio militar de soldados italianos. Os atentados não deixaram mortos.

O ataque contra as forças americanas foi realizado com duas bombas levadas em veículos que detonaram na frente do portão do aeroporto de Baledogle, onde se encontra a base. Após a explosão, insurgentes dispararam contra o local usando armas de baixo calibre.

Na sexta-feira 27 a base americana já tinha sido alvo de ataques pelo Al Shabaab. Os militantes usaram morteiros na ocasião, mas não deixaram mortos.

O Ministério da Defesa italiano, por sua vez, comunicou que tropas italianas também foram alvo dos terroristas nesta segunda-feira. Segundo o Ministério, nenhum soldado ficou ferido devido à explosão.

Publicidade

O ataque mostrou que o Al Shabaab preserva uma boa rede de inteligência e capacidade de realizar operações complexas, disse Hussein Sheikh-Ali, ex-conselheiro de Segurança Nacional e fundador do Instituto Hiraal, sediado em Mogadício e focado em estudos sobre segurança.

Os atentados desta segunda-feira também ocorreram após uma redução de ataques aéreos americanos na Somália. O Comando da África só realizou quatro deles nos últimos dois meses, um dos quais destruiu um veículo dos terroristas — nos três primeiros meses de 2019 foram 28.

(Com Reuters)

Publicidade