Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Após onda de calor, Espanha e Alemanha enfrentam incêndios

Especialistas ligam o período anormalmente quente para a Europa às mudanças climáticas

Por Alessandro Giannini 19 jun 2022, 17h10

A onda de calor que se abateu sobre a Europa recentemente começa a fazer estragos em alguns países. Neste domingo, 19, Espanha e Alemanha registraram incêndios florestais de grandes proporções. Autoridades espanholas disseram que grandes porções de terra foram consumidos pelo fogo no norte do país. Moradores de três vilarejos perto de Berlim foram obrigados a deixar suas casas.

Especialistas ligam o período anormalmente quente para a Europa às mudanças climáticas. A falta de chuva este ano combinada com rajadas de vento produziram as condições para os incêndios. As autoridades disseram que rajadas de vento de até 70 quilômetros horários combinadas com temperaturas próximas a 40 graus tornaram muito difícil para os bombeiros e agentes de defesa civil conterem o fogo.

A Espanha está em alerta para um surto de incêndios florestais intensos, já que o país está sob temperaturas recordes em muitos pontos do país em junho. Na província de Zamora, no noroeste, mais de 61 mil acres foram consumidos pelo fogo. Cerca de 650 bombeiros, apoiados por aeronaves de despejo de água, estabeleceram um perímetro ao redor da Sierra de la Culebra.

Não há registros de mortes, mas as chamas atingiram a periferia de algumas aldeias tanto em Zamora como em Navarra. Vídeos de celulares mostram chamas chegando até as laterais das estradas. Em outras aldeias, os moradores olhavam desesperados enquanto colunas negras subiam das colinas próximas. No centro-norte de Navarra, as autoridades evacuaram cerca de 15 pequenas aldeias por precaução, já que as altas temperaturas na área não devem cair até quarta-feira.

Na Alemanha, ventos fortes estão atiçando o incêndio a cerca de 50 quilômetros a sudoeste de Berlim, levando as autoridades a declarar uma emergência no sábado. Os moradores de Frohnsdorf, Tiefenbrunnen e Klausdorf foram instruídos a procurar imediatamente abrigo em um centro comunitário na cidade vizinha de Treuenbrietzen. “Isto não é um exercício”, tuitaram as autoridades da cidade.

A Alemanha viu vários incêndios florestais nos últimos dias após um período de calor intenso e pouca chuva. A agência meteorológica nacional do país disse que os termômetros atingiram 38 graus neste domingo em algumas localidades. A previsão é de que chuvas e tempestades tragam tempo mais frio do ocidente a partir da noite.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)