Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tênis: lesionado, Andy Murray só volta em 2018

Ex-número 1 do mundo, tenista escocês não atua desde Wimbledon devido a uma lesão no quadril e decidiu encerrar a temporada de 2017

O tenista britânico Andy Murray, segundo colocado do ranking da ATP, confirmou nesta quarta-feira que não disputará mais nenhum torneio em 2017 devido a uma lesão no quadril. O atleta de 30 anos desistiu de jogar o US Open dois dias antes do início do Grand Slam americano e não disputa uma partida oficial desde julho, quando foi eliminado pelo americano Sam Querrey nas quartas de final de Wimbledon.

“Infelizmente, não poderei competir nos torneios de Pequim e Xangai e, muito provavelmente, nos últimos dois eventos da temporada em Viena e Paris devido à lesão no quadril que vem me incomodando nos últimos meses. Após consultar muitos especialistas, eu e minha equipe decidimos que esta é a melhor decisão para o meu futuro a longo prazo”, disse o tenista em comunicado.

Na mensagem publicada nas redes sociais, Murray não mencionou as Finais da ATP, o torneio que reúne em novembro os oito melhores tenistas do ranking em Londres, mas indicou que começará a próxima temporada no ATP 250 de Brisbane, na Austrália, no dia 1º de janeiro.

“Foi um ano frustrante nas quadras por muitas razões, estou confiante que com um período prolongado de descanso e reabilitação poderei alcançar de novo o meu melhor nível e brigar pelos títulos de Grand Slam na próxima temporada”, comentou o escocês, que iniciou o ano como número 1 do ranking mundial da ATP. O atual líder é o espanhol Rafael Nadal.

(com agência EFE)