Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rubinho Barrichello se emociona ao andar de carona com o filho

Piloto não conteve as lágrimas ao ver Dudu, de 15 anos, guiando seu carro de Stock Car. "Você me fez lembrar do meu início, dos conselhos do teu avô"

View this post on Instagram

Amigos… isso aqui é um pouquinho do que teremos no @acelerados amanha no @sbtonline … um dos dias mais emocionantes da minha vida. Nao gosto muito de andar de passageiro mas Dudu me pediu e fui. E q emoçao… vc me fez lembrar do meu inicio, do meu primeiro dia de Formula Ford, dos conselhos do teu Vo…. mais uma vez so posso agradecer ao Papai do Ceu por mais esta emoçao. Vida longa e veloz pra ti meu filho. Te amo Dudu //// on monday at @acelerados youtube.com/acelerados. One of the best days of my life…Duds took me for a ride. Everything went tro my mind including the begging of my career, my dad…. and you being only 15 and changing gears… it was a bit too much for your father here. Tks for that my son. Love u so much.. camera by @carstenhorst

A post shared by Rubens Barrichello 1️⃣1️⃣1️⃣ (@rubarrichello) on

Rubens Barrichello não conseguiu conter a emoção ao ver seu filho Dudu, de 15 anos, pilotando seu carro de Stock Car. O ex-piloto postou em suas redes sociais um trecho do vídeo, que faz parte de uma gravação do programa Acelerados, do SBT, e recebeu muitos elogios por sua relação com o garoto, que sonha em seguir carreira no automobilismo.

“Um dos dias mais emocionantes da minha vida. Não gosto muito de andar de passageiro, mas Dudu me pediu e fui. E que emoção… Você me fez lembrar do meu início, do meu primeiro dia de Fórmula Ford, dos conselhos do teu vô…. mais uma vez só posso agradecer ao papai do céu por mais esta emoção. Vida longa e veloz pra ti, meu filho. Te amo, Dudu”, escreveu Barrichello.

No vídeo, o ex-piloto da Ferrari aparece filmando o passeio do filho com um celular até ser tomado pelas lágrimas. Ao perceber a emoção do pai, Dudu lhe faz um carinho nas pernas enquanto dirige com extrema tranquilidade. “Gravei até meu pensamento voar bem alto, meu estômago embrulhar e… eu chorar um tequinho”, brincou Rubinho.