Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Roger Federer vence Cilic e conquista Wimbledon pela oitava vez

'Rei de Wimbledon', o suíço é o maior vencedor do torneio, ultrapassando Pete Sampras, com sete títulos; Federer tem 19 Grand Slams no invejável currículo

Por Da redação 16 jul 2017, 12h28

O mundo reverencia Roger Federer. Aos 35 anos, o suíço voltou a vencer o torneio de Wimbledon. Neste domingo, Federer enfrentou o croata Marin Cilic e não deu chances ao adversário, vencendo por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/1 e 6/4.

Já são oito as conquistas de Federer em solo inglês. O experiente tenista venceu a competição em 2003, 2004, 2005, 2006, 2007 2009, 2012 e 2017. O resultado deste domingo coroa o suíço como o “Rei de Wimbledon”, já que se isolou como o maior vencedor do torneio, ultrapassando Pete Sampras, que possui sete títulos.

Como se não bastasse sagrar-se o maior vencedor da história do torneio mais charmoso do tênis, Federer também aumentou sua quantidade de Grand Slams. Em mais de 13 anos de carreira, Federer soma 19 conquistas dos maiores campeonatos da modalidade. Nesta temporada, o tenista da Suíça já levou o Aberto da Austrália, quando bateu o histórico rival Rafael Nadal.

Em 2014, Cilic bateu Roger Federer na semifinal do US Open e foi o grande vencedor da competição.

Neste domingo, Federer confirmou o favoritismo e não deu chances para o adversário. O tenista croata não teve grande performance no primeiro set, deixando a desejar nas bolas de fundo e pecando no saque. Federer, com toda sua experiência, se mostrou tranquilo durante a parcial e quebrou o serviço do rival em duas oportunidades, fechando em 6/3.

Já no segundo set, Cilic voltou a esbarrar no aparente nervosismo e cometeu erros simples. Logo no segundo game, Federer quebrou o saque do croata e largou à frente na parcial. A torcida até tentou embalar Cilic, que, cabisbaixo, apresentou um tênis muito abaixo do demonstrado até este domingo em Wimbledon, mas o croata pouco conseguiu produzir e perdeu por 6/1.

Na última parcial, Cilic imprimiu melhor ritmo de jogo e vendeu caro a derrota. No entanto, voltou a esbarrar nos saques e viu Federer, com um lindo ace, fechar em 6/4 e conquistar o oitavo título em Wimbledon.

(Com a Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)