Mundial de Surfe 2017: as etapas, os atletas, mapas das praias…

Saiba quem são os brasileiros que vão disputar o Mundial, em que países e a geolocalização das praias de cada etapa

Por Da redação - Atualizado em 4 jan 2018, 16h03 - Publicado em 14 mar 2017, 17h07

Recheado de brasileiros, o Campeonato Mundial de Surfe, organizado pela World Surf League (WSL), estreia a temporada de 2017 nas ondas de Gold Coast, nordeste da Austrália – serão onze etapas, até 20 de dezembro. Como a modalidade vai estrear como esporte olímpico em Tóquio-2020, vai acontecer, entre 21 e 27 de maio, na França, um torneio classificatório para a Olimpíada, organizado pela Associação Internacional de Surfe.

Dos 34 surfistas no Mundial, nove são brasileiros, incluindo a dupla de recentes campeões mundiais Gabriel Medina (2014) e Adriano de Souza (2015); o americano Kelly Slater – maior vencedor da história, com onze títulos -; e os veteranos Mick Fanning, Joel Parkinson e o atual detentor do troféu John John Florence.

Formato do torneio

O campeonato tem formato de “pontos corridos”. As etapas, divididas em oito fases, são decididas como um “mata-mata”: 36 surfistas (sendo dois convidados) disputam a primeira fase, que não é eliminatória, divididos em 12 baterias com três atletas cada. Os vencedores avançam à terceira fase e os dois remanescentes vão à repescagem. Nesta fase, novamente são montadas 12 baterias, mas com dois surfistas cada.

Na terceira fase, os 24 surfistas são divididos em mais 12 baterias de dois cada. Os vencedores seguem para a quarta fase, ainda não eliminatória, com 12 competidores em quatro baterias – de onde sairão os oito para as quartas de final. Os oito surfistas são remanejados em quatro baterias e nas três últimas fases, quartas, semi e final, as baterias são eliminatórias e com dois surfistas cada.

Publicidade

As baterias duram 30 minutos cada e os surfistas podem pegar quantas ondas quiserem. Cinco juízes dão notas (de 1 a 10 pontos com decimais ) a cada onda, e as mais baixas e mais altas são desprezadas, valendo a média das três intermediárias. Ao final da bateria, são consideradas apenas as duas maiores notas de cada surfista.

De acordo com a WSL, os juízes avaliam cinco elementos: “Confiança e grau de dificuldade”, “manobras progressivas e inovadoras”, “combinação de manobras fortes/expressivas”, “variedade de manobras/repertório” e “velocidade, força e fluidez”.

Etapas

No mapa interativo, as indicações de onde ocorrem as etapas do mundial, em todos os continentes. Ao ampliar o mapa, a geolocalização traz informações sobre a praia e a cidade grande mais próxima de onde ocorre a competição.

Os atletas

Entre veteranos, campeões e novatos, o surfe abriga diversos competidores das mais distintas nacionalidades. Conheça alguns dos destaques que estarão nas águas do circuito mundial nesta temporada.

Publicidade

Quiz

O surfe passou a ser bastante acompanhado pelo público brasileiro com os recentes títulos de Gabriel Medina e Adriano de Souza, mas será que você está por dentro do esporte? Responda este rápido quiz e teste seus conhecimentos.

Publicidade