Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Morre Celeste Arantes, mãe do Rei Pelé, aos 101 anos

Dona Celeste vivia acamada e com Alzheimer e era cuidada pela filha mais nova, Maria Lúcia.

Por Marília Monitchele Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 21 jun 2024, 15h02 - Publicado em 21 jun 2024, 14h26

Morreu nesta sexta-feira, 21, em Santos, Celeste Arantes do Nascimento, a mãe de Pelé. A notícia foi confirmada a VEJA por familiares dela. A genitora do Rei do Futebol tinha 101 anos e foi uma das principais incentivadoras do filho na sua carreira esportiva. 

Celeste estava hospitalizada há 8 dias, mas a causa da morte ainda não foi divulgada à imprensa. Sabe-se, porém, que a matriarca da família Arantes do Nascimento vivia acamada e com Alzheimer e era cuidada pela filha mais nova, Maria Lúcia, única sobrevivente dos três filhos que teve com João Ramos do Nascimento, o Dondinho, dos quais o primeiro foi Pelé, que teve aos 18 anos. Além dos dois, restava ainda Jair Arantes do Nascimento, o Zoca, que morreu de câncer em 2020.

Dona Celeste completou 100 anos no dia 20 de novembro de 2022, data da abertura da Copa do Mundo do Catar. Pelé, ainda vivo, publicou uma dedicatória e agradeceu à mãe pelos ensinamentos ao longo da vida. “Desde criancinha, ela me ensinou o valor do amor e da paz. Eu tenho muito mais de uma centena de motivos para agradecer por ser o seu filho”, escreveu o rei do futebol na ocasião. Mesmo após a morte, as redes sociais de Pelé, transformadas em um memorial virtual, continuam a compartilhar homenagens momentos de carinho entre mãe e filho. 

O craque falava com frequência a admiração sobre seus pais. Uma de suas frases preferidas sempre foi que Dona Celeste e Seu Dondinho o fizeram e jogaram a fórmula fora. Falava isso para dizer que ele era único, como se viu em sua carreira ímpar com a camisa do Santos e da seleção brasileira. 

Continua após a publicidade

Nas redes sociais, o Santos, clube onde Pelé fez história, lamentou a perda. “Foram 101 anos de uma história de vida inspiradora. De uma mulher negra que enfrentou as infinitas adversidades da vida pelo bem de sua família”, postou em sua conta no X.

Pelé em casa tomando café servido por sua mãe Celeste Arantes em 1959 em Santos, São Paulo
Pelé em casa tomando café servido por sua mãe Celeste Arantes em 1959 em Santos, São Paulo – (4Imagens/Getty Images)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.