Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Ex-melhor arremessador da MLB morre em acidente aéreo

Roy Halladay, que era piloto amador, foi eleito duas vezes o melhor de sua posição no beisebol americano

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 7 nov 2017, 22h04 - Publicado em 7 nov 2017, 21h36

Uma tragédia deixou de luto a Major League Baseball (MLB, principal liga de beisebol dos Estados Unidos) nesta terça-feira. Um dos melhores arremessadores do esporte nos últimos tempos, Roy Halladay morreu aos 40 anos em um acidente aéreo na região do Golfo do México.

Xerife do condado de Pasco, Chris Nocco explicou em entrevista coletiva no início da noite que o avião de Halladay caiu por volta do meio-dia (horário local) na costa da Flórida. Policiais locais foram chamados após o acidente e encontraram o corpo do ex-arremessador. Nocco explicou que a polícia ainda não conseguia assegurar se havia outros passageiros ou qual era o destino do avião, mas garantiu que não foram encontrados sobreviventes no local. Halladay era piloto amador e constantemente postava fotos de voos em suas redes sociais.

Ele atuou por 16 temporadas na MLB, entre 1998 e 2013, sendo as 12 primeiras com o Toronto Blue Jays e as outras quatro pelo Philadelphia Phillies. Em 2003 e 2010, recebeu o prêmio Cy Young, dado ao melhor arremessador da Liga Americana e da Liga Nacional, que compõem a MLB. Em 2010, se tornou o 20° jogador da história a ter um “jogo perfeito”, que é quando o arremessador impede que qualquer adversário ocupe uma base ao longo de toda a partida.

Essa não é a primeira vez que uma tragédia desse tipo abala a MLB. Roberto Clemente, em 1972, Thurman Manson, em 1979, e Cory Lidle, em 2006, foram outros nomes do beisebol que morreram em acidentes aéreos.

Continua após a publicidade

Publicidade