Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

William Waack é acusado de racismo após vazamento de vídeo

Internautas afirmam que ele usou a expressão "coisa de preto" ao reclamar de buzinas antes de transmissão; Globo e jornalista ainda não comentaram o assunto

O apresentador William Waack está sendo acusado de racismo após a publicação de um vídeo nas redes sociais.

A cena parece ter sido gravada minutos antes de o apresentador do Jornal da Globo entrar no ar, em uma transmissão em frente à Casa Branca, em Washington. “Tá buzinando por que, seu m… do c…?”, diz, reclamando de uma buzina que soa na rua. Em seguida, ele balbucia ao convidado, o comentarista Paulo Sotero, que está ao seu lado: “Você é um, não vou nem falar, eu sei quem é…” E depois continua com um trecho em que parece dizer: “É preto, é coisa de preto”.

A reportagem de VEJA telefonou duas vezes para o celular do jornalista, a fim de confirmar o conteúdo do diálogo. Na primeira, quem atendeu (não foi possível identificar se era mesmo Waack) disse que quem responderia seria a Central Globo de Comunicação. Na segunda, após atender o telefone, a ligação foi encerrada em poucos segundos.

Procurada, a Globo ainda não respondeu.

Abaixo, o vídeo, que foi publicado nas redes sociais:

Waack recebeu Paulo Sotero para comentar o resultado das eleições americanas, no ano passado, que terminou com a eleição de Donald Trump. Sotero é diretor do Brazil Institute no Woodrow Wilson International Center for Scholars, em Washington.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. caravaggio31

    E se vc fizer qualquer critica pra esse traste e outros trastes que “não viram nada demais” aqui, te chamam logo de “antissemita”.

    Curtir

  2. Paulo Vielmo

    William Waack é o melhor jornalista da rede Globo e crítico feroz dos políticos corruptos. Por conseguinte, há muita gente querendo prejudicá-lo para desacreditá-lo perante a opinião pública. Se de fato disse o que dizem, errou feio. Mesmo com essa ressalva continuo sendo seu fã inconteste.

    Curtir

  3. Mauricio Mozart

    Democratas esquerdopatas são tão racistas…rede Soros teve que mandar embora para nào dar na pinta!

    Curtir

  4. Monteiro Antonio

    Ele podia ter dito que ato racista foi uma manifestação artística ou liberdade de expressão jornalística e que o tempo de censura já passou. Cadê a liberdade de imprensa ? São esses argumentos que ouvimos quando os ataques ao povo interessam a emissora.

    Curtir

  5. Augusto Barbosa

    Acho interessante, no caso eles acham , tem um bando de políticos ladrões que o Brasil tem certeza que não só falam como fazem a justiça julga e ninguém é preso, agora como estão querendo calar o cara , usam dessa artimanha! Não somos cegos!!

    Curtir

  6. Marcello Lima

    Se ele falasse “coisa de japonês” não daria nada. Se ele falasse “Coisa de branquelo” não daria nada. Se ele falasse “Coisa de judeu” não daria nada. Ou seja, esquerdopatas querendo tirar um dos melhores jornalistas do Brasil!

    Curtir