Clique e assine a partir de 9,90/mês

RiR: Quando o assunto é comida, a expectativa é bem diferente da realidade

Saiba o que esperar das principais opções gastronômicas do festival - e prepare o bolso para gastar

Por Maria Clara Vieira, do Rio de Janeiro - Atualizado em 3 out 2019, 20h37 - Publicado em 3 out 2019, 20h32

Encarar um lanche frio ou mal-feito em meio às extenuantes 12 horas de Rock in Rio pode ser uma experiência tão frustrante quanto perder um mega-show no Palco Mundo. Para que ninguém vá com muita fome ao pote, vale checar a aparência das comidinhas antes de encarar a fila.

VEJA percorreu os principais estandes do Parque Olímpico para conferir a avaliação de quem já consumiu alguns dos produtos disponíveis.

A boa notícia é que, de modo geral, o cardápio está agradando o público pela variedade – o problema está no preço, bem acima dos praticados nos pontos oficias de cada marca.

No estande do Bob’s, figurinha carimbada no evento desde 2011, o estudante de Direito Romário Setúbal, de 29 anos, optou pelo clássico hambúrguer com refrigerante. “O lanche é igual ao das lojas físicas, mas o preço está bem mais salgado”, comentou o rapaz. Dois combos de sanduíche e refrigerante sai a 50 reais.

Continua após a publicidade

No estande da Ragazzo, a decepção do público foi com o tamanho das coxinhas: seis unidades pequenas eram vendidas a 33 reais. “Por esse preço, podiam ser maiores”, comentou um cliente, na saída.

Abaixo, os preços das comidinhas que estão sendo preparadas no Rock in Rio:

Bob’s – Combo de dois sanduíches e dois refrigerantes (50 reais)

Ragazzo – Caixa com seis coxinhas (33 reais)

Continua após a publicidade

Habibs – Três esfihas de carne (18 reais)

Panini – Sanduíche de pernil com queijo (27 reais)

Batata no cone (27 reais)

Dominos – Pizza brotinho de calabresa (27 reais)

Continua após a publicidade

HNT – Porção de frango crocante com aipim e molho barbecue (39 reais)

Publicidade