Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Allison Mack se declara culpada em caso de seita com escravas sexuais

Atriz de ‘Smallville’ é investigada por chantagear mulheres para participarem de culto e pode pegar até quinze anos de prisão

Um dos casos mais estranhos de julgamento de celebridades dos últimos anos parece estar, finalmente, chegando a uma conclusão. Allison Mack, atriz conhecida pelo papel de Chloe Sullivan na série Smallville, declarou-se culpada de envolvimento na sociedade secreta DOS, em processo pelo qual responde desde abril de 2018.

A atriz é acusada de participar de um esquema de tráfico sexual e trabalhos forçados comandado por Keith Raniere a partir de uma rede de autoajuda chamada NXIVM (pronuncia-se “nexium”). Considerada o “braço direito” do líder, Mack recrutava mulheres desse grupo para participarem do DOS, um esquema disfarçado de sociedade em prol do poder feminino que, na verdade, tinha como objetivo fornecer escravas sexuais para Raniere e outros membros do grupo. As vítimas, mantidas no culto por meio de chantagens, tinham as iniciais do líder e de Mack marcadas na virilha.

Nesta segunda-feira, 8, Mack, 36 admitiu diante de um juiz ter participado do culto e manipulado mulheres. “Eu acreditava que a intenção de Keith Raniere era ajudar as pessoas e eu estava errada”, declarou a atriz, prometendo se esforçar para se tornar “uma pessoa melhor”. O julgamento de Mack está marcado para setembro e, se condenada, ela pode pegar até quinze anos de prisão.