Clique e assine com até 92% de desconto

Seita do sexo: Allison Mack pede permissão a juiz para voltar a trabalhar

Acusada de tráfico sexual, atriz de 'Smallville' está em prisão domiciliar desde abril

Por Redação Atualizado em 15 ago 2018, 21h30 - Publicado em 15 ago 2018, 21h29

Allison Mack, a atriz de Smallville que é acusada de tráfico sexual por participação na seita NXIVM (pronuncia-se nexium), entrou com pedido a um juiz federal para deixar a prisão domiciliar ocasionalmente para voltar a trabalhar, estudar e frequentar a igreja, segundo a coluna Page Six, do jornal New York Post. A atriz foi presa no fim de abril, mas pagou fiança e, desde então, está em prisão domiciliar na casa de seus pais, na Califórnia.

“Apesar das acusações terem impedido a senhora Mack de continuar sua carreira como atriz, ela está interessada em contribuir com a sociedade”, diz a defesa de Allison no pedido. “Essas atividades não apenas permitirão a sra. Mack usar seu tempo de maneira produtiva enquanto aguarda julgamento, mas também ajudarão na sua reintegração à sociedade se ela for inocentada das acusações ou mesmo no caso improvável de ser condenada.”

Allison é acusada de ajudar Keith Raniere, o líder da seita, a recrutar mulheres para participar do grupo. No culto, mulheres eram marcadas a ferro perto da virilha com as iniciais do fundador e eram obrigadas a manter relações sexuais com ele, que ainda impunha uma dieta e rotina de exercícios para que elas estivessem com os corpos na forma desejada. Keith Raniere também foi preso, e seu caso é considerado inafiançável. Os dois devem ser julgados em janeiro.

  • Allison Mack interpretava Chloe Sullivan em Smallville, série que se centrava na adolescência de Clark Kent em sua cidade, Smallville, antes de virar o Superman. A série teve dez temporadas. Ela também atuou nos filmes Lucas, um Intruso no Formigueiro (2006) — emprestando a voz para Tiffany Nickle — e Querida, Encolhi a Gente! (1997).

    Continua após a publicidade
    Publicidade