Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Celulares adiantam relógios em uma hora no dia do Enem

Usuários do sistema Android foram as redes sociais reclamar sobre a mudança de horário automático

Por Agência Brasil - 3 nov 2019, 13h33

Aparelhos celulares de diversas marcas e operadoras adiantaram novamente os horários ajustando os relógios para o horário de verão, que não vai mais ocorrer no país. A alteração ocorreu a meia noite deste domingo (3), dia em que se realiza a primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os portões, neste primeiro dia de prova, abriram às 12h e fecharam às 13h.

Na rede social Twitter, Weintraub comentou o problema: “Aparentemente houve um problema na telefonia – local, do Brasil ou do mundo, a gente ainda não detectou -, que antecipou [adiantou] alguns relógios e disparou algumas mensagens para algumas pessoas. Mas isso já está sanado, está tudo resolvido, e os horários estão mantidos.”

A página oficial do Ministério da Educação (MEC) no Twitter também se enganou com o horário e fez um post sobre a abertura dos portões do Exame antes do horário previsto.  Às 11h05min, a publicação com a informação errada entrou no ar. “#Enem2019 | A abertura dos portões iniciou às 12h no horário oficial de Brasília (DF). A aplicação das provas começa às 13h30. O MEC deseja sucesso no exame!”, dizia o post, que foi apagado após 30 minutos.

Cerca de 5,1 milhões de estudantes em todo o país farão hoje as provas de linguagens, ciências humanas e redação, em 1.727 municípios. Este é o menor número de inscritos desde 2010.

Publicidade

Os portões foram abertos às 12h e fechados às 13h, no horário de Brasília. A prova começará a ser aplicada às 13h30. O término será às 19h. O Ministério da Educação (MEC) divulgou a lista dos horários locais do Enem, de acordo com os diferentes fuso-horários brasileiros.

Publicidade