Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

A prova mais temida dos candidatos do Enem

Cansativa e com muitos cálculos e aplicação de fórmulas, a segunda etapa do exame assusta mesmo os candidatos mais preparados

Por Da Redação Atualizado em 24 jan 2021, 18h43 - Publicado em 19 jan 2021, 09h24

É verdade que ter deixado para trás a prova de redação traz um considerável alívio para a maior parte dos candidatos nesta edição sui generis do Enem, afetada pela pandemia do coronavírus e repleta de regras de prevenção sanitária. Por outro lado, passar pelos testes de Linguagens e Humanas significa que o grande bicho-papão do Enem se aproxima: a prova de Matemática e as Ciências da Natureza. No próximo dia 24 de janeiro (7 de fevereiro, na versão digital), estudantes do Brasil inteiro sentarão com lápis, borracha, caneta, máscara e álcool em gel frente a 90 questões das chamadas Exatas — além da Matemática, são cobradas Biologia, Química e Física — para tentar franquear a entrada em uma universidade.

Com pouco tempo até o exame, a orientação de professores de alguns dos colégios mais bem colocados no ranking do Enem é a de revisar os temas que mais caem, e buscar descansar e se alimentar bem para chegar no dia 24 com a mente e o corpo sãos. Na prova, a sugestão é sempre responder primeiro às perguntas às quais o candidato acha mais fáceis e pular as mais difíceis. O sistema de correção, baseado na Teoria da Resposta ao Item (TRI), penaliza mais os erros em questões que a maioria acerta. A seguir, as dicas de assuntos que mais caíram nas provas dos anos anteriores, que merecem uma revisão nesta reta final e comentários e dicas de professores para as provas.

VEJA, em parceria com a Plataforma AZ de Aprendizagem, publicará o gabarito enem extraoficial das provas do Enem a partir do encerramento do exame e realizará uma live com correção e comentários no dia 24 de janeiro. Acompanhe pelo site da revista, pelas redes sociais e pelo canal no YouTube.

 

MATEMÁTICA

. Área e Volume de prismas

. Porcentagem;

. Funções do 1º e 2º graus;

. Análise combinatória e probabilidade;

. Estatística – média, mediana e moda

“Ao se deparar com um texto, pule direto para a pergunta e alternativas, que muitas vezes prescindem de informações extras para achar a resposta”, afirma Thiago Galrão, professor da Plataforma AZ de Aprendizagem. “Se a questão pede o volume de uma piscina, por exemplo, e as alternativas são 1.5 litro e 1 milhão de litros, é óbvio que a resposta é 15 000 litros”.

QUÍMICA

. Meio ambiente – Poluição, tratamento do solo, efeito estufa, ciclo do nitrogênio;

. Radioatividade – meia-vida;

. Eletroquímica – pilhas e eletrólise;

. Termoquímica – estequiometria e cálculo de entalpia;

. Separação de misturas – tratamento de água, decantação, filtração, flotação, etc.;

Continua após a publicidade

. Forças intermoleculares – ligações de polo induzido, de polo permanente, e de hidrogênio;

. Soluções – concentração, diluição e mistura.

“As avaliações de Química e também de Biologia têm muitas interseções, principalmente em Ecologia”, explica o professor Taciano Toffano, coordenador de Ciências da Natureza do Colégio Pensi. “É um tema que sempre aparece em um contexto prático e moderno, buscando identificar e propor medidas de intervenção ambiental e antecipar seus efeitos com base nos princípios de qualidade de vida e sustentabilidade”.

BIOLOGIA

. Ecologia – ciclos biogeoquímicos de carbono e nitrogênio, desequilíbrios ambientais como poluição e introdução de espécies exóticas, cadeias e teias alimentares; 

. Bioquímica metabólica – respiração celular, fermentação e fotossíntese; 

. Genética molecular e biotecnologia – DNA, RNA, transgênicos, clonagem, síntese proteica e mutações gênicas; 

. Genética – anomalias genéticas (análise de cariótipos) e cruzamentos (primeira lei de Mendel); 

. Botânica – filogenia e anatofisiolgia vegetal;

. Evolução – seleção natural e resistência a antibióticos; 

. Fisiologia – imunologia (vacina e soro), sistema cardiovascular e sistema endócrino.

“O Enem tradicionalmente traz assuntos atuais para discutir na prova, por isso é muito provável que venham questões sobre vírus e vacinas”, aposta Michel Batista, professor do Centro Educacional Leonardo Da Vinci (Vitória/ES).

FÍSICA

. Ondulatória: som e luz;

. Eletrodinâmica: circuitos elétricos, consumo de energia e potência; transformações e usinas elétricas;

. Calorimetria;

. Mecânica: leis de Newton, movimentos uniforme e uniformemente variados, estática e hidrostática.

“O Enem privilegiao raciocínio lógico, mas cada vez exige também o conhecimento das fórmulas”, avalia Vinicius Silveira, professor da Plataforma AZ de Aprendizagem. “Vale anotar todas assim que colocar as mãos na prova, enquanto o cérebro ainda está descansado”.

Continua após a publicidade
Publicidade