Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alckmin veta projeto ‘Segunda Sem Carne’ em SP

A Associação Brasileira de Proteína Animal diz que o veto é uma decisão "racional que valoriza e privilegia a liberdade de escolha'

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, vetou nesta sexta-feira, 19, o projeto de lei que instituía o programa “Segunda Sem Carne“. Após pressão do setor produtivo de carnes contra a proibição, Alckmin já havia antecipado há duas semanas que vetaria o projeto. Pelo projeto, restaurantes, escolas e refeitórios de órgãos públicos do Estado não poderiam servir carne às segundas-feiras.

Em nota, o presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra, disse que o veto é uma decisão “racional que valoriza e privilegia a liberdade de escolha, diante da tentativa de uma imposição ideológica aos hábitos alimentares da população paulista”.

No veto, publicado nesta no Diário Oficial do Estado, Alckmin diz que “a imposição, ainda que por um dia, de uma dieta/regime alimentar que, na verdade, representa verdadeira ‘filosofia de vida’, pela via legislativa, encontra limites no direito à liberdade, expressamente garantido a todos pela Constituição Federal”.

Há duas semanas, Alckmin afirmou que a proibição do consumo de carne poderia levar ao aumento no consumo de carboidratos e, assim, favorecer casos de obesidade. “Isso pode ter o efeito contrário, porque se você fizer uma proibição sem ter uma campanha educativa, você pode estar substituindo proteína por carboidrato, e estar aumentando ainda mais a obesidade, que é um dos grandes problemas de saúde pública”, afirmou.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Nem precisa que a Associação Brasileira de Proteína Animal tome alguma atitude. Este “projeto de lei” é uma tremenda bobagem, coisa de político que não tem o que inventar, frente a problemas tão mais prioritários…

    Curtir