Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Rico Dalasam sobre Pabllo Vittar: ‘Não é uma questão pessoal’

Rapper nega ter feito qualquer tipo de acordo para receber somente como autor da música 'Todo Dia'

Por Mariana Oliveira
Atualizado em 4 jun 2024, 17h57 - Publicado em 1 ago 2017, 15h29

Hit do último Carnaval, o clipe da música Todo Dia, de Pabllo Vittar e Rico Dalasam, foi retirado do Youtube na tarde desta segunda (31) – e nas próximas horas deve sair das demais plataformas digitais, como o serviço de streaming Spotify. Em entrevista a VEJA, o rapper, que alega na Justiça não receber os valores que lhes são devidos pela canção, diz não ter feito nenhum tipo de acordo para abrir mão de seus direitos de co-intérprete, como argumenta o DJ Gorky, dono do fonograma e produtor musical do hit e também de Pabllo Vittar, drag que divide os vocais com Dalasam.

O rapper afirma ter descoberto há apenas dois meses que recebia só como autor da música, não como co-intérprete, e ter então procurado o DJ Gorky para conversar a respeito. “Ele fez uma contraproposta para que eu passe 50% dos direitos autorais, mas isso não existe. Eu sou 100% o autor da música, que entreguei com letra e a melodia”, conta. “Eles fizeram uma batida de funk, mas eu entreguei a melodia”, reafirma, sobre a canção escrita em Belo Horizonte, no Carnaval do ano passado, baseado em uma situação que ele viveu. Gorky, por sua vez, alega que ele e Maffalda, nome artístico de Arthur Gomes, são co-autores do hit.

“Eu não abri mão (dos direitos de co-intérprete)”, explica Dalasam, que diz ter assinado apenas uma autorização para o lançamento do disco de Pabllo Vittar, do qual a canção é uma faixa, assim como todos os que participaram da produção.

“Entretanto, na época do lançamento do álbum, foi acordado e assinado contrato entre as partes que estipulava a integralidade de Rico com 100% os direitos autorais pela composição da música. Em contrapartida, sua participação como artista convidado na gravação da música seria gratuita”, diz contranotificação expedida pela defesa de Gorky.

Continua após a publicidade

A contranotificação é uma resposta à notificação judicial enviada pelos advogados de Dalasam, que resultou na retirada de Todo Dia do Youtube.

Pabllo Vittar

Pabllo Vittar e Rico Dalasam
Pabllo Vittar e Rico Dalasam: dupla alcançou mais de 50 milhões de visualizações no Youtube antes de vídeo ser tirado do ar (Youtube/Reprodução)

“Eu não tenho nenhum problema com a Pabllo. Muito pelo contrário. A gente se orgulha de tudo o que está acontecendo”, disse Rico Dalasam, em referência ao sucesso de Sua Cara, clipe do Major Lazer em que Pabllo contracena com Anitta. O vídeo, lançado neste domingo, foi a maior estreia musical do ano no Youtube.  “Infelizmente, a coisa calhou de acontecer no mesmo timing.”

“Isso não é uma questão pessoal, é apenas uma questão de direitos autorais”, completou, sobre a sua relação com a drag. “Fizemos a música, o clipe e depois os encontros que poderiam ter acontecido não aconteceram”, explica sobre não serem tão próximos.

O rapper não tem pressa de voltar com Todo Dia às plataformas digitais. “Para mim, é mais importante estar incluso nos direitos conexos. A gente não precisa de uma música derrubada, mas da grana que faz jus ao trabalho.”

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.