Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Representatividade LGBT no cinema cai em 2017

Dos 109 lançamentos de 2017 dos sete maiores estúdios de cinema, só 14, ou 12,8%, incluíam gays, lésbicas, bissexuais ou transgêneros

Por Redação Atualizado em 22 Maio 2018, 20h36 - Publicado em 22 Maio 2018, 18h08

Me Chame pelo Seu Nome pode até ter conquistado três indicações – e uma vitória – no Oscar de 2018 ao mostrar um romance gay, mas a representatividade LGBT em Hollywood anda baixa. Segundo o relatório anual do grupo ativista Glaad (Aliança de Gays e Lésbicas Contra Difamação), dos 109 lançamentos de 2017 dos sete maiores estúdios de cinema, só 14, ou 12,8%, incluíam personagens LGBT.

O número representa queda em relação ao ano anterior, quando filmes com personagens LGBT representaram 18,4% de todos os lançamentos. O relatório mostra, aliás, que a representatividade em 2017 é a menor desde que o Glaad começou a divulgar esse levantamento, em 2012.

  • Além disso, o relatório mostrou que gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros, quando apareceram nos filmes, tiveram participação bem pequena: em metade das catorze produções com personagens LGBT eles apareciam por menos de cinco minutos.

    O grupo fez um apelo aos estúdios, pedindo que 20% dos lançamentos incluam ao menos um personagem LGBT até 2021, elevando essa taxa para 50% até 2024.

    Confira abaixo os filmes que contêm personagens LGBT lançados em 2017 por estúdios de Hollywood:

    20th Century Fox:
    Kingsman: O Círculo Dourado
    Alien: Covenant

    Continua após a publicidade

    Lionsgate:
    Un Padre No Tan Padre
    Hazlo Como Hombre

    Paramount:
    xXx: Reativado
    Pequena Grande Vida

    Sony:
    A Noite É Delas

    Universal Pictures:
    Corra!
    A Escolha Perfeita 3
    A Morte te Dá Parabéns!
    Cinquenta Tons Mais Escuros

    Walt Disney Studios:
    A Bela e a Fera

    Warner Brothers:
    Te Pego na Saída
    CHIPS: O Filme

    Continua após a publicidade
    Publicidade