Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Quatro dragões? Conheça a teoria que conquistou fãs de ‘Game of Thrones’

Teaser do quinto episódio levantou suspeitas entre os espectadores da série a respeito de uma criatura 'secreta'

Por Juliana Varella Atualizado em 10 Maio 2019, 14h07 - Publicado em 10 Maio 2019, 13h31

(Atenção: este texto contém spoilers do quarto episódio da oitava temporada de Game of Thrones)

O último dragão vivo em todo o universo ficcional de Game of Thrones pode não ser o último, afinal. Pelo menos, é o que sugere uma nova teoria que vem se espalhando pela internet na última semana e alimentando a esperança de fãs da saga.

As especulações começaram quando a HBO exibiu o teaser do quinto – e penúltimo! – episódio da série, logo após a transmissão do quarto. Nele, o pirata Euron Greyjoy (Johan Philip Asbæk) aparece olhando para o alto, com uma expressão de espanto. Considerando que ele foi bem-sucedido em sua primeira tentativa de matar Rheagal, e que já teve um primeiro contato com Drogon, não haveria motivo para o personagem se mostrar assustado com a presença do único dragão remanescente de Daenerys Targaryen (Emilia Clarke), que ele considera um alvo fácil. A não ser que esse não fosse o único dragão.

  • Como bem sabem os espectadores da série criada por George R. R. Martin, os dragões eram criaturas extintas até Daenerys ganhar de presente três ovos e chocá-los mergulhando, literalmente, no fogo com eles, no fim da primeira temporada.

    O que a versão televisiva nunca contou é que, segundo os livros, dragões não são criaturas cujo gênero é facilmente identificável. Há quem diga que eles são híbridos e podem reproduzir sem que sejam, necessariamente, fêmeas.

    O fato de a Mãe dos Dragões ter dado nomes masculinos a todos os seus filhotes, portanto, não significaria que eles são realmente machos – e, talvez, fosse até possível que dois deles tenham cruzado em algum momento. Essa teoria explicaria também a longa ausência de Drogon no final da quinta temporada, quando nem mesmo Daenerys sabia dizer o paradeiro de seu bebê favorito. E se o dragão estivesse ausente para chocar seus próprios ovos?

    Uma imagem na animação de abertura da oitava temporada (no vídeo abaixo, aos 1m33s) reforça a teoria. Quem olhar com cuidado verá que um dos desenhos gravados nas curvas do astrolábio mostra quatro dragões: um grande e três pequenos.

    As interpretações podem ser diversas. Num primeiro cenário, a criatura maior representaria Daenerys – humana, porém Targaryen. Num segundo, existiria um dragão maior do que os três já conhecidos, talvez a verdadeira “mãe” do trio, escondida além de Westeros. E, por último, Drogon seria o destaque e os menores, três filhotes seus, que viriam para proteger a mãe. A resposta, os fãs descobrirão no próximo domingo.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade