Clique e assine a partir de 8,90/mês

Pedro Bial terá debates e humor em seu talk-show

Formato do programa será dinâmico: haverá noites com um único convidado, noites de debate e reportagem na rua

Por Da redação - Atualizado em 2 Maio 2017, 09h21 - Publicado em 2 Maio 2017, 09h18

Desde janeiro dedicado ao novo projeto, Pedro Bial estreia nesta terça-feira, na Globo, seu talk-show Conversa com Bial, logo depois do Jornal da Globo. O programa entrará na faixa de horário que, por dezesseis anos, foi ocupado por Jô Soares — e, por isso, Bial diz que pediu sua bênção. Para cumprir a missão, ele deixou a apresentação do Big Brother Brasil depois de dezesseis edições à frente do reality.

Apesar de o formato talk-show inspirar a ideia de que Conversa com Bial será apenas um programa de entrevistas, o jornalista formatou a atração ao seu estilo. Quando tiver apenas um convidado, pretende ser mais do que um entrevistador e viabilizar um diálogo mais amplo. Se o tema pedir um debate, ele fará o papel de mediador. Se o assunto instigá-lo a sair do estúdio, ele reassumirá o papel de repórter e partirá para outros lugares em busca dessa conversa.

Alguma semelhança com Na Moral, programa que ele apresentou na casa e tinha uma dinâmica parecida? Bial admite que, do Na Moral, vem a experiência em trazer debates, múltiplas ideias, um espaço para ouvir.

Ele terá ainda a companhia de colunistas, como o escritor Sérgio Rodrigues, a cantora Karol Conka, o historiador Eduardo Bueno, o economista José Márcio Camargo, entre outros especialistas, que entram no debate quando o tema em questão for relacionado a suas áreas.

Como é de praxe nos talk-shows, o de Bial também terá trilha sonora ao vivo conduzida por uma banda de cinco músicos de São Paulo. E o convidado do programa que quiser poderá se juntar a eles, mesmo não sendo músico.

Num momento em que a televisão, aberta e fechada, oferece uma grande oferta de talk-shows brasileiros e também estrangeiros, Pedro Bial afirma que a diferença é que ele não é humorista: é jornalista — e, estudioso desse formato, lembra que os primeiros talk-shows tinham apresentadores que também eram jornalistas. Isso não significa que o programa não terá toques de humor, a cargo do roteirista Renato Terra e do pessoal do Sensacionalista. Com direção artística de Monica Almeida e direção de conteúdo de Ingo Ostrovski, Conversa com Bial será exibido de segunda a sexta.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade