Clique e assine a partir de 8,90/mês

Os melhores restaurantes da Chapada dos Guimarães

Casas fazem parte dos 200 endereços integrantes da edição digital de VEJA COMER & BEBER CUIABÁ 2018/2019

Por Lidiane Barros, Marianna Marimon, Renan Marcel e Vinicius Tamamoto - 27 abr 2018, 01h00

Confira:

Atmã

O almoço na propriedade, que também abriga uma pousada e a residência dos donos, Adriana Costa e Antonio Checchin, costuma ir além da refeição. Qualquer mesa oferece uma vista incrível para os chapadões, mas as que ficam rentes à parede envidraçada são ocupadas primeiro. Bom de papo, Checchin (ou Leivinha, como é mais conhecido) faz as honras do salão e vez ou outra engata conversas animadas sobre o Festival de Águas Claras — o histórico evento, que reuniu grandes nomes da MPB nos anos 1970 e 1980, foi idealizado por ele e está representado em fotos que compõem a decoração do lugar. Enquanto isso, à frente da equipe de cozinha, Adriana cria receitas variadas, caso da posta de bacalhau grelhada com azeite e guarnecida de arroz com champanhe e papoula mais legumes e batatas assadas (R$ 89,00). O arremate pode ficar por conta da delícia siciliana, um creme de limão-siciliano servido no copo de chocolate (R$ 26,00). Estrada do Atmã, Caminho Casa dos Sonhos, Chácara Leivinha, ☎ 99982-8545 (108 lugares). 11h/16h30. Aberto em 2009. $$$

Bistrô da Mata

Leonardo Douglas e Tereza Raquel resolveram transformar a casa em que moravam em restaurante. Aberto há onze anos, o estabelecimento serve massas, carnes e risotos em ambiente aconchegante. Da cozinha sai, por exemplo, o chamado crocante da mata (R$ 38,00; doze unidades), bolinhos de arroz arbóreo aromatizados com gengibre, gergelim e especiarias, que acompanham molho de soja. Brilha entre os pratos principais o risoto de funghi com escalope de filé-mignon ao molho madeira (R$ 55,00). Na carta de vinhos figuram quinze rótulos, entre eles o Argento Malbec 2015 (R$ 118,00). O doce de tomate caseiro (R$ 14,90) arremata a refeição. Avenida Morro dos Ventos, s/n, Bom Clima, Chapada dos Guimarães, 3301-3483 (120 lugares). Sex. e sáb. 11h/16h e 18h/0h (dom. só almoço). Aberto em 2007. $$$

Estilo

Dedicado à culinária portuguesa, o restaurante tem cardápio enxuto: são apenas cinco pratos, todos com o bacalhau como protagonista. O carro-chefe combina o peixe em posta, batata e brócolis cozidos mais cebola caramelada, o que confere doçura à receita (R$ 176,00). À moda da terrinha, serve-se o pescado com batata, brócolis, ovo, azeitona, grão-de-bico e alho filetado e frito por cima da travessa (R$ 184,00). Ambas pedidas chegam à mesa com arroz e servem duas pessoas. Para anteceder a etapa principal, a porção de bolinho de bacalhau (R$ 33,00; oito unidades) é boa para compartilhar. Com vinte rótulos, a carta de vinhos inclui o branco português Tapada do Fidalgo 2016 (R$ 90,00). Avenida do Penhasco, lotes 1 e 2, quadra 48, Bom Clima, Chapada dos Guimarães, 3301-3430 (88 lugares). Sáb. 11h/15h e 19h/23h (sex. só jantar; dom. só almoço). Aberto em 2001. $$$

Garoa Restaurante e Grill

Continua após a publicidade

Especializada em carnes, a casa serve grelhados como o bife ancho (R$ 40,00). Para acompanhar, o cliente escolhe quatro entre oito receitas, a exemplo do arroz, da farofa e da batata sautée. As mesmas guarnições são sugeridas para o filé de pintado em crosta de alho (R$ 45,00). Quem prefere massa pode ir de talharim artesanal com molho pesto, que acompanha o medalhão filé-mignon (R$ 35,00). Entre as bebidas, lideram os pedidos as cervejas long neck, caso da Heineken e da Budweiser (R$ 9,00 cada uma). Por fim, o pudim de leite vem à mesa perfumado por raspas de laranja-baía (R$ 10,00). Rua Cipriano Curvo, 464, centro, Chapada dos Guimarães, 3301-1027 (60 lugares). 11h/14h e 18h30/22h (ter. só almoço; sáb. e dom. almoço até 15h e jantar até 23h; fecha seg.). Aberto em 2013.  $$

Morro dos Ventos

Às mesas do amplo salão chegam receitas de pegada regional. Uma das mais solicitadas é a clássica galinha com arroz (R$ 126,00, para três pessoas), que ganha escolta de feijão, farofa de banana e salada de alface, tomate, cenoura mais pepino. Faz igual sucesso a peixada (R$ 200,00, para três pessoas), composta por ventrechas de pacu e de pintado fritas mais mojica na companhia de arroz, salada e farofa. Em garrafas de 355 mililitros, a Itaipava Premium (R$ 8,00) lidera entre as bebidas. Para fechar a refeição, há doce de leite e furrundu oferecidos em potinhos (R$ 10,00 cada um). Rodovia MT, quilômetro 251, Condomínio Morro dos Ventos, s/n, Chapada dos Guimarães, 3301-1030 (400 lugares). 10h30/16h. Aberto em 1994. $$

Pomodori Trattoria

De acento italiano, o cardápio é extenso. O filé à parmigiana (R$ 49,90) segue queridinho do público e vai à mesa ladeado por arroz e batata frita. Famosas, as empadinhas de sabores regionais, como carne-seca com banana e frango com pequi (R$ 6,00 cada uma), podem anteceder a etapa principal. A mesma massa do salgado recebe recheio de creme de baunilha mais banana ou morango (R$ 12,00 cada uma) e faz as vezes da sobremesa. Entre as sugestões de bebida, há cerveja Louvada Hop Lager (R$ 19,90 a garrafa de 500 mililitros) e o vinho argentino Finca La Linda Malbec 2016 (R$ 108,00). Aos fins de semana, ritmos como sertanejo e pop rock tocados ao vivo animam os comensais. Rua Quinco Caldas, 60, centro, Chapada dos Guimarães, 3301-3061 (100 lugares). 9h/23h. Aberto em 2009. $$  

Samambaia

Aberta por Rita de Cássia há vinte anos, a casa de comida típica cuiabana é pioneira entre os restaurantes da Chapada dos Guimarães. O público chega em busca das pedidas fartas, que servem até seis pessoas, caso da galinha com arroz (R$ 120,00). Frita, a ave termina de cozinhar junto com o grão e chega à mesa acompanhada de farofa de banana, feijão e salada. A costelinha de porco com arroz (R$ 130,00) passa pelo mesmo processo. Refrescam o calor as cervejas em garrafa, como a Bohemia e a Itaipava (R$ 11,00 cada uma). Rua Doutor Penn Gomes, 532, centro, Chapada dos Guimarães, 3301-2288 (100 lugares). 11h/16h (sáb. e dom. até 17h). Aberto em 1998. $

Trapiche Xaraés

Localizada na rota turística do Lago do Manso, a casa de comida regional tem salão que dá acesso à praia. Os comensais chegam para provar o filé de pintado grelhado ladeado por arroz, salada, farofa de banana e pirão (R$ 43,90). A galinha com arroz (R$ 26,90) é outro hit, levado à mesa na companhia de salada e farofa de banana. Os pratos são, respectivamente, o mais caro e o mais barato da casa. Campeãs de pedidos, as cervejas em garrafa (R$ 12,00 a Brahma) dividem as atenções com a caipirinha de limão (R$ 12,00). Rodovia do Manso, quilômetro 58,5, s/n, Condomínio Portal dos Xaraés, Chapada dos Guimarães, 99317-3517 e 99269-3938 (200 lugares). 8h/18h. Aberto em 2009. $

Continua após a publicidade
Publicidade