Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Música está ‘muito feminina’, diz Bono Vox

Cantor sugere que falta agressividade ao rock atual

Por Estadão Conteúdo 28 dez 2017, 10h14

Bono Vox não está muito feliz com o rock atualmente. Em entrevista à revista Rolling Stone, o vocalista do U2 declarou que a música “ficou muito feminina”. Bono usou a palavra “girly”, que traz a ideia de feminilidade com toque infantil. O “desabafo” veio em resposta ao questionamento do repórter, que perguntou se Bono acreditava que uma revolução do rock estava por vir.

Ele reclamou do atual estado desse estilo musical para o público masculino. “Acho que a música virou muito feminina. E há um lado bom nisso, mas o hip-hop é o único lugar para a raiva adolescente dos garotos neste momento – e isso não é bom. Quando eu tinha 16 anos de idade, eu tinha muita raiva em mim”, declarou.

  • Na mesma entrevista, Bono reconheceu que passou por uma experiência que colocou sua vida em risco durante a gravação do álbum Songs of Experience. No entanto, o vocalista não quis entrar em detalhes sobre o assunto. Ele afirmou que o ocorrido não teve a ver com a suspeita de câncer de garganta em 2000, nem quando sofreu um acidente de bicicleta. Bono reconheceu apenas que sua nova relação com a mortalidade faz parte do álbum.

    Em 2016, a revista La Parisienne relatou que Bono ficou trancado em um café durante o ataque terrorista no Dia da Bastilha em Paris. Ele teria se escondido por meia hora enquanto o estabelecimento fazia barricadas em suas portas e janelas.

    Continua após a publicidade
    Publicidade