Clique e assine a partir de 9,90/mês

Morre o cantor e compositor Tunai

Irmão de João Bosco, autor foi gravado por Elis Regina, Ney Matogrosso e Gal Costa

Por Redação - Atualizado em 26 jan 2020, 16h28 - Publicado em 26 jan 2020, 16h22

Morreu neste domingo, aos 69 anos, o cantor e compositor José Antônio de Freitas Mucci, conhecido como Tunai. O óbito foi constatado por volta das 6h da manhã, depois de o artista ter sido encontrado desfalecido no sofá de sua casa, no Rio de Janeiro, vítima de uma parada cardíaca.

Natural de Ponte Nova (MG), onde também nasceu seu irmão João Bosco, Tunai formou-se em engenharia civil e chegou a exercer a profissão por três anos. Em entrevista, o artista já afirmou que foi Elis Regina a responsável por seu afastamento das obras. “Ser gravado por ela abriu completamente as portas para mim”, disse Tunai. 

Dois anos antes da estreia com Elis em 1979, o compositor fora apresentado pelo irmão ao poeta Sérgio Natureza, com quem escreveria As Aparências Enganam, Saudades do Brasil e Agora Tá. Em 1982, teria seu trabalho reconhecido quando Jane Duboc obteve o 3° lugar no Festival MPB Shell, da Rede Globo, com a música Doce Mistério

O estrelato viria em 1984 com hit Frisson, tema da novela Suave Veneno, da TV Globo. Entre 1985 e 1994, Tunai fez vários shows em teatros de todo o Brasil e lançou diversos discos, com sucessos nas trilhas de várias novelas como: Sintonia (Tititi), Sobrou Pra Mim (Fera Radical), e Meu Amor (Despedida de Solteiro).

Continua após a publicidade

Em 2019, o compositor chegou a fazer uma turnê por várias cidades do país com o espetáculo “Saudade de Elis”, em dueto com o pianista Wagner Tiso. Tunai deixa a esposa, Regina, dois filhos, Daniela e André, e um neto.

Este é um momento pelo qual não esperávamos passar. Com profunda tristeza, familiares comunicam o falecimento do pai,…

Posted by Tunai on Sunday, January 26, 2020

Publicidade