Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Os melhores bares da categoria ‘variados’ de Curitiba

Confira a seleção

Por Josi Basso, Larissa Angeli, Letícia Cardoso, Mara Andrich, Rosane Freire e Rosângela Machado Atualizado em 4 set 2018, 16h09 - Publicado em 4 set 2018, 16h03

Cão Véio

A quinta filial da marca paulistana segue um cardápio variado de pratos, petiscos e sanduíches. O cupim assado e salteado na manteiga de garrafa chega à mesa ladeado por arroz branco, feijão-preto e farofa picante de banana (R$ 39,00). Tem o nome de bruto o hambúrguer de 200 gramas de carne mais queijo gruyère, bacon e salada de tomate, cebola-roxa e pepino doce com mostarda de Dijon. É servido no brioche com batata palito e maionese de dill (R$ 44,00). O chope Cão Véio Pilsen, da cervejaria Ignorus, custa R$ 12,00 ou R$ 16,00 — 300 e 500 mililitros, respectivamente. Rua Alferes Angelo Sampaio, 1744, Batel, ☎ 3121-2908 (130 lugares). 18h/0h (sex. e sáb. 12h/17h; dom. 18h/0h.). Aberto em 2018.

Cosmos G/astrobar

Todos os itens do cardápio têm nomes que remetem a algo cósmico. As constelações desenhadas nas paredes eram as visíveis no céu no dia da abertura da casa. Recheados de shiitake e queijo, os pastéis de saturno devem ser lambuzados no molho de ostra (R$ 24,00, seis unidades). Arroz ao estilo japonês, o chaufa tem bacon e camarões temperados com molho de ostras e óleo de gergelim (R$ 31,00, individual). Pagam-se R$ 24,00 por uma mistura de gim, purê de amora, água com gás, limãosiciliano e curaçau. Alameda Presidente Taunay, 543, Centro, ☎ 3039-2192 (40 lugares). 18h/0h (fecha dom.). Aberto em 2017. Aqui tem iFood.

A Ostra Bêbada

O bar de tapas oferece frutos do mar trazidos frescos do litoral do Paraná. Aos sábados, a sardinha é assada na brasa, na calçada, à moda portuguesa. Pagam-se R$ 25,00 por quatro unidades e mais uma porção de batata, pão, pimenta e limão. O sanduíche de lula com maionese de alho, no pão francês, custa R$ 18,00 e o combo de ostras gratinadas (seis unidades) sai a R$ 35,00 e dá direito a uma taça de espumante. Rua Desembargador Ermelino de Leão, 95, Centro, ☎ 3322-0440 (45 lugares). 11h/0h (sáb. 12h/0h; fecha dom.). Aberto em 2017.

Sirène Fish & Chips

A especialidade são as variações do fish and chips — peixe empanado junto de batata frita. Servidas em um cone, as iscas de tilápia têm a companhia de batata rústica e um tipo de molho (maionese, tártaro, picante, mostarda, ketchup ou barbecue). O cone pode ser pequeno (R$ 12,00, 120 gramas) ou grande (R$ 18,00, 240 gramas). Session IPA em garrafa de 600 mililitros, a cerveja Sirène Beach, da Way Beer, tem notas de abacaxi e maracujá (R$ 20,00). O chope custa R$ 13,00 (400 mililitros). Rua Trajano Reis, 150, Centro, ☎ 3308-4272 (35 lugares). 18h/23h30 (sex. e sáb. até 1h; dom. 16h/22h30; fecha seg.). Mais dois endereços. Aberto em 2016. Aqui tem iFood.

The Fish’n Chips

Giovani Nesi e Luana Nesi conduzem o pub em que ela domina a cozinha e ele, as bebidas. A estrela do cardápio é o fish and chips de abrótea (R$ 20,00, 500 gramas). Quem quiser trocar o peixe por lula soma mais R$ 3,00 ao pedido. Nenhum chope é fixo entre os 21 tipos disponíveis todos os dias. Quando tem o Cacau IPA da Bodebrown, ele é vendido a R$ 20,00 (550 mililitros). O Mutum Cavalo da Ignorus, a 18,00, na mesma dosagem. Rua Coronel Dulcídio, 739, Batel, ☎ 3206-9770 (60 lugares). 17h/2h (dom. até 1h; fecha seg.). Aberto em 2016. Aqui tem iFood.

Continua após a publicidade

The Oak

Uma vasta variedade de vinhos e cervejas abastece a clientela de sugestões e tudo o que está disponível fica exposto em esquema de autoatendimento. O tinto Circus Pinot Noir, da argentina Ecorihuela, custa R$ 89,00. No departamento de chopes, são oito torneiras. Por meio litro do Mutum Cavalo IPA, da Ignorus, pagamse R$ 18,00. Riscado a giz na parede, o cardápio de comidas é semanal e pode exibir o the oak burger, que vem com 210 gramas de costela, cebola-roxa e manteiga de alho (R$ 26,90). Rua Visconde do Rio Branco, 1110, Centro. Não tem telefone (75 lugares). 18h/23h (qua. até 0h; qui. a sáb. das 17h/0h; fecha dom.). Aberto em 2018.

FIM DE NOITE

Babilônia Gastronomia

A matriz funciona 24 horas e tem todo o cardápio disponível — só o bar de sushi fecha às 4h. Na madrugada, a clientela pode recompor as energias com o escalope de filé-mignon ao molho funghi ladeado por fettuccine alfredo e crocante de presunto cru. Para dois, há picanha na chapa com batata frita, farofa, maionese e salada de cebola (R$ 74,00). O chope Brahma sai por R$ 10,00 (350 mililitros). Alameda Dom Pedro II, 541, Batel, ☎ 3566-6474 (250 lugares). 24 horas. Mais dois endereços. Aberto em 2003.

MEXICANO

La Santa Bar y Cocina Mexicana

Entre várias sugestões de sanduíche e pratos de sotaque mexicano, a porção de quesadillas é acompanhada de sour cream, guacamole e um recheio à escolha: carne, frango, pasta de batata-doce, feijões ou berinjelas empanadas (R$ 38,90). Mojito (R$ 18,90) e chope Half Pilsen Way (R$ 15,00). Rua Brigadeiro Franco, 1079, Água Verde, ☎ 3538-6796 (130 lugares). 18h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. até 22h; fecha seg.). Rua Paula Gomes, 485, São Francisco, ☎ 3232-8899 (15 lugares). 18h/23h (sex. e sáb. até 0h; dom. 17h/22h). Aberto em 2012.

VINHOS

V.Wine Bar

Do balcão, os clientes apontam o vinho na prateleira, que é convertida em carta ao vivo e abriga mais de 100 rótulos. O tinto italiano Miluna Rosso Puglia sai por R$ 69,00 a garrafa, enquanto o rosé francês Berne Esprit di Méditerranée é vendido a R$ 109,00. Espumante espanhol, o Faena está entre as sugestões em taça (R$ 13,00). Para mordiscar, tem brie ao forno com mel, amêndoas e torradas (R$ 35,00). Rua Itupava, 1299, loja 3, Alto da XV. Não tem telefone (50 lugares). 18h/0h30 (sex. e sáb. até 2h; dom. 16h/23h; fecha seg.). Aberto em 2018.

+ Confira os endereços gastronômicos premiados de Curitiba
Continua após a publicidade
Publicidade