Clique e assine a partir de 9,90/mês

O melhor tabuleiro de Salvador é o da Dária e Laura

No negócio de mãe e filha costumam se formar filas antes de o azeite de dendê começar a ferver

Por Daniel Salles - 17 nov 2018, 01h00

Por volta das 17 horas, de segunda a sábado, a esquina da Rua dos Maçons com a Artur Gomes de Carvalho, na Pituba, transforma-se em questão de minutos. Até então às moscas, o entorno da barraca ali afixada logo é tomado por um congestionamento de pessoas com a chegada de Laura Carvalho. Seus três funcionários mal têm tempo de descarregar os mantimentos e espalhar os bancos e as cadeiras de plástico e uma fila considerável começa a se formar na área destinada aos pedidos. É enquanto ferve o azeite de dendê e molda os primeiros bolinhos de acarajé, mergulhados por cerca de dois minutos, que Laura termina de vestir o tradicional figurino de baiana. “Melhor assim do que ficar à espera de cliente, não é?”, diz, com a maior calma do mundo. Nascida em Salvador há cinquenta anos, ela calcula preparar a iguaria desde os 9. Aprendeu com a mãe, Dária Carvalho, hoje com 72 anos, com quem dividiu o tabuleiro quase a vida toda — até 1986, quando passaram a dar expediente nessa esquina, elas perambulavam pelas praias da cidade. Os acarajés custam R$ 8,00 e são servidos com vatapá, caruru, vinagrete e pimenta. Acrescidos de camarão seco, eles custam R$ 2,00 a mais. Quantos são vendidos por dia? Ao ouvir a pergunta, a dona do tabuleiro abre um sorriso e desconversa: “Acarajé a gente não conta”. Nem os abarás, envoltos em folha de bananeira e cozidos no vapor, com acompanhamentos e preços idênticos. Outros hits da baiana são a cocada e o bolinho de estudante (R$ 5,00 cada um). Acesso do Redemix Supermercado. Rua Artur Gomes de Carvalho, 246, Pituba, esquina com a Rua dos Maçons, ☎ 3461-1452 e 99261-5323 (20 lugares). 17h30/21h (fecha dom.). Aberto em 1986.

2º lugar: Regina

3º lugar: Cira

+ Conheça os campeões de VEJA COMER & BEBER Salvador 2018/2019
Publicidade