Clique e assine a partir de 9,90/mês

Lugares para tomar cervejas e chopes em Curitiba

Confira os endereços da categoria que valem a visita

Por Daniel Salles, Beatriz Malheiros, Gislaine Bueno, Josi Basso, Mara Andrich, Otavio Corsini, Rosângela Oliveira e Vinicius Tamamoto - Atualizado em 22 out 2017, 10h54 - Publicado em 21 out 2017, 04h00

O roteiro a seguir, com doze estabelecimentos, integra a edição de VEJA COMER & BEBER CURITIBA 2017/2018:

HoP’n Roll Brewpub: eleita pelo júri como a melhor carta de cerveja

A combinação é imbatível: bandas como Black Sabbath e AC/DC a todo o volume nas caixas de som, petiscos caprichados e uma robusta carta de cervejas, com cerca de 120 sugestões. Os chopes, em geral de cervejarias paranaenses, jorram de 32 torneiras enfileiradas sobre o balcão. Se estiverem engatados, vale a pena provar o tripel monasterium da Natbier (R$ 24,00), do município de Palmeira, e o Scorcher IPA, da americana Brooklyn (R$ 21,00). Uma boa pedida para ampliar o repertório cervejeiro é a tábua de degustação chamada beer trip, sobre a qual chegam seis canecas de 50 mililitros com os chopes que você preferir (R$ 25,00). Em uma microcervejaria separada por uma parede de vidro, o pub produz sete rótulos sazonais, a exemplo do Hop Pamela Anderson (R$ 13,00), servido em uma torneira que emula a volumosa marca registrada da atriz americana. Os interessados em preparar a própria cerveja no local pagam R$ 650,00 pela brassagem, que rende cerca de 40 litros — é preciso agendá-la com antecedência. Para mastigar, fazem enorme sucesso as asinhas de frango picantes marinadas na cerveja (R$ 24,00) e hambúrgueres como o old school, feito com costela, tomate, bacon, cebola-roxa e maionese (R$ 26,00). Rua Mateus Leme, 950, Centro Cívico, (41) 3408-4486 (280 lugares). 17h30/1h (sex. e sáb. até 2h; fecha dom.). Aberto em 2011.

2º lugar: O Pensador

Provolone, tomate seco, pão, molho barbecue e alho são os complementos que reforçam a porção de linguiça fina grelhada (R$ 22,00, para duas pessoas). No cardápio de cervejas artesanais, há 24 tipos de chope. O mais pedido é o Mutum Cavalo IPA, da Ignoru’s. Ele preenche o copo de 400 mililitros ao custo de R$ 18,00. Entre outras possibilidades com o mesmo volume, o Fortuna Vanillla Stout e o Dum Jan Kubis saem por R$ 15,00 cada um. Rua Visconde do Rio Branco, 766, Mercês, (41) 3154-0011 (70 lugares). 18h/23h30 (sex. e sáb. até 0h30; fecha dom.). Aberto em 2005.

 

3º lugar: Cervejaria da Vila

Diante dos catorze bicos de chope, para levar ou beber na hora, a clientela não costuma titubear ao escolher o IPA da Bastards, líder de pedidos a R$ 10,90 (350 mililitros) ou R$ 17,40 (500 mililitros). Na carta que relaciona oitenta rótulos de cerveja, aparece a encorpada Morada Double Vienna (R$ 24,00 a long neck). Para tabelar com as bebidas, é compartilhável a porção de linguiça de pernil com damasco e castanha-do-pará (R$ 29,90 na companhia de uma porção de pão francês). Rua Mateus Leme, 2631, Bom Retiro, (41) 3015-4620 (74 lugares). 17h/1h. Aberto em 2004.

 

Bar Brahma

O chope Brahma bem gelado (R$ 9,40 o claro e R$ 12,90 o black) ladeia petiscos do naipe de bife à parmigiana no espeto (R$ 44,90) e porções de pastel de carne ou queijo com vinagrete (R$ 29,90, dez unidades). Durante a happy hour (17h/19h30), a última sugestão fica mais barata: R$ 17,90. Avenida Getúlio Vargas, 234, Rebouças, (41) 3026-0700 (190 lugares). 17h/0h (sex. e sáb. 17h/ 2h; fecha dom.). Aberto em 1999. Aqui tem iFood.

 

Barbarium Beer Pub

Da parrilla argentina, pagam-se R$ 42,00 pelo bife ancho em porções de 450 gramas (inteiro ou fatiado), que satisfazem duas pessoas e acompanham torradas, farofa e chimichurri. Montado com dois discos de blend da casa, o hambúrguer de bacon e costela brut’demais recebe ainda queijo prato e molho barbecue no pão estrela (R$ 25,00). Na parte das bebidas, os 22 bicos de chope despejam, entre outros estilos, o IPA Hector Five Rounds, da cervejaria Bastards (R$ 16,00). Rua Chile, 1765, Rebouças, (41) 3408-5216 (190 lugares). 18h/1h (sex. e sáb. 18h/2h30; dom. 16h/23h; fecha seg.). Aberto em 2012. Aqui tem iFood.

 

Bier Hoff Microcervejaria

Por R$ 18,90, é possível fazer uma degustação de chope da própria cervejaria: são quatros copos de 150 mililitros cada um. De forma independente, são servidos Bier Hoff Cocada Preta Original (pilsen) e Weizen (trigo), a R$ 11,90 cada um, e long neck de Jerimoon Pumpkin Ale (R$ 16,90). Para dividir, saem da chapa porções como a de picanha, com arroz e batata frita (R$ 62,90). Avenida Presidente Kennedy, 4121, Rebouças, Shopping Palladium, (41) 3019-9010 (200 lugares). Mais dois endereços. Aberto em 2002.

Continua após a publicidade

 

Clube do Malte

Para não beber de barriga vazia, o cardápio lista sanduíches. O de linguiça de porco e de provolone, ao molho barbecue, é servido na baguete (R$ 22,90). Ao todo, 25 torneiras abastecem copos de 600 mililitros de chope pilsen Klein (R$ 15,90), Paulaner Weiss (R$ 30,90) e outros. Rua Desembargador Motta, 2200, Batel, (41) 3014-9313 (90 lugares). 10h30/0h (fecha dom.). Rua Rocha Pombo, Juvevê, 225, (41) 3598-9313 (80 lugares). 10h/23h30 (fecha dom.). Aberto em 2010.

 

CWBest Beer

Oito torneiras jorram cervejas artesanais de Curitiba e região, mas o cliente só decide qual delas vai preencher seu copo depois de provar quatro tipos de chope (30 mililitros a dose). Não raro são selecionados o pilsen Gauden Bier (R$ 10,00, 300 mililitros) e o Wensky Redá Weizen, de trigo (R$ 16,00, 600 mililitros). Para comer, há sanduíche de hambúrguer duplo de costela, bacon e pasta de gorgonzola com pinhão (R$ 35,90). Rua Mateus Leme, 2869, Bom Retiro, (41) 2112-9790 (130 lugares). 18h/0h30 (dom. 14h/19h30; fecha seg.). Aberto em 2016.

 

Masmorra Cervejaria

Diante de 120 rótulos de cerveja e dez tipos de chope, a clientela pode eleger os curitibanos Ignoru’s Mutum Cavalo (R$ 12,00) e Gauden Pilsen (R$ 8,00) para combinar com os petiscos do cardápio. É sempre escolhido o priazzo — massa de torta em formato de pizza, assada com calabresa, cebola e mussarela (R$ 30,00, para dois). Rua Itupava, 1142, Alto da Rua XV, (41) 3045-7617 (158 lugares). 17h/23h (sex. até 0h; sáb. 15h/0h; dom. 15h/22h; fecha seg.). Aberto em 2015.

 

Schwarzwald Bar do Alemão

No Largo da Ordem, é muito procurado o chope submarino, em que, imersa em 500 mililitros da bebida, há uma minicaneca de Steinhaeger (R$ 18,30). Satisfaz duas pessoas a porção de carne de onça sobre broa (R$ 39,70). Dispõe de trinta rótulos de cervejas especiais alemãs, a exemplo de Black Princess Gold (R$ 13,30, 600 mililitros) e Hofbräu München Helles (R$ 24,00, 500 mililitros). Rua Doutor Claudino dos Santos, 63, São Francisco, (41) 3223-2585 (800 lugares). 11h/2h. Aberto em 1979.

 

Templo da Cerveja

As prateleiras expõem 150 rótulos de cerveja. Essa oferta é ampliada em doze torneiras de chope, das quais os dois mais tirados são curitibanos: o IPA da Maniacs Brewing Co. e o APA da Raridade (R$ 15,00 cada um). Ajuda a manter o equilíbrio o hambúrguer com salada e maionese cítrica em pão de fermentação natural (R$ 20,00). Há estação para abastecer o growler. Rua Coronel Dulcídio, 757, loja 3, (41) 3532-9155 (40 lugares). 16h/0h (sex. e sáb. até 2h; fecha seg.). Mais dois endereços. Aberto em 2009.

 

Tiwanaku

Inspirada nos países andinos, a casa tem sugestões para dividir, como a tortilla de carne que sai por R$ 18,00. Na carta de bebidas sobressaem os doze tipos de chope — o copo de 300 mililitros do Belgian Blond Ale custa R$ 9,50 — e os coquetéis à base de rum. O tiwanaku ron mistura suco de laranja com Montilla, ervas andinas e gelo (R$ 12,00). Rua Camões, 172, Alto da Rua XV, (41) 3018-3519 (70 lugares). 17h30/22h30 (sex. 17h30/23h30; sáb. 16h/23h30; dom. 16h/22h30; fecha seg. e ter.). Aberto em 2015.

Continua após a publicidade
Publicidade