Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

João Emanuel Carneiro: ‘Novela é uma coisa sacrificante’

O autor falou a VEJA sobre mudanças nos folhetins

Por Marcelo Marthe Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 4 nov 2022, 10h27 - Publicado em 4 nov 2022, 06h00

Todas as Flores vai bem no streaming, mas a Globo tem problemas de audiência no horário nobre com Travessia. As novelas estão fadadas a mudar ou morrer? Há espaço para as novelas tanto na TV aberta como no streaming. O folhetim tradicional ocupa um lugar especial na rotina do brasileiro. Ele é um regulador da vida, do horário de jantar, dos hábitos em casa. As pessoas precisam disso como precisam de arroz, feijão, água e saneamento. A gente percebe que a novela é um item básico quando visita o interior do Brasil.

Como o streaming mexe nessa equação? Hoje, há um contingente que prefere consumir novelas no dia e horário em que puder. Para esses espectadores, elas é que terão de se ajustar aos horários de sua vida, uma liberdade que veio com o streaming. A Globo faz a aposta certa ao levar as novelas para esse novo mundo.

Quando soube que sua novela iria direto para o Globoplay, teve decepção? Não, eu fiquei feliz. É um desafio que eu nunca tinha enfrentado, e ao mesmo tempo é tudo muito mais suave, a pressão é diferente.

A maré conservadora vai frear a tendência progressista das novelas? O futuro dirá, mas creio que a TV e as novelas sempre estiveram à frente do seu tempo de uma maneira muito natural. É uma tendência irreversível. O streaming, na verdade, pode aprofundar esse processo.

Como? Na TV aberta, o autor tem de tomar certos cuidados porque sua trama está entrando na casa das pessoas sem pedir licença. Não dá para ter uma cena de sexo mais esquisita, porque tem a avó de 95 anos e o neto de 4 vendo juntos na sala. O streaming é diferente: a pessoa é que vai atrás do que quer assistir, por sua conta e risco.

Continua após a publicidade

Qual seu objetivo ao explorar quebras de expectativas, como fazer de uma paciente de câncer vilã? Gosto de manipular o espectador nesse sentido. Personagens multifacetados fazem o público questionar suas convicções e ideologias. Acho isso importante num momento em que as pessoas parecem viver cada uma dentro da sua própria igrejinha.

Por que tantos atores estão trocando as novelas pelas séries? Porque novela é uma coisa sacrificante. Você doa sua vida. A novela das 9 tradicional é tão caudalosa que os atores do cinema americano não dariam conta se tivessem de atuar nelas. Entendo quando artistas dizem que não aguentam mais fazer novela.

Publicado em VEJA de 9 de novembro de 2022, edição nº 2814

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.