Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Gerry Marsden, da banda Gerry and the Pacemakers, morre aos 78 anos

A banda chegou a rivalizar com os Beatles nos anos 1960 e popularizou a música 'You'll Neve Walk Alone', adotado pela torcida do time de futebol Liverpool

Por Felipe Branco Cruz Atualizado em 3 jan 2021, 17h04 - Publicado em 3 jan 2021, 17h03

O cantor Gerry Marsden, líder da banda britânica Gerry and the Pacemakers, morreu neste domingo, 3, aos 78 anos, após sofrer uma infecção no coração. A informação foi confirmada pelo radialista Pete Price, amigo de longa data de Gerry, em suas redes sociais.

Gerry ganhou notoriedade nos anos 1960 com os Pacemakers, formada inicialmente pelos irmãos Gerry e Fred Marsden, e por Les Chadwick e Arthur McMahon. Na ocasião, a banda chegou a rivalizar com os Beatles na preferência do público britânico, especialmente por também ter sido fundada em Liverpool. O grupo teve o mesmo empresário que os Beatles, Brian Epstein, e gravou nos mesmos estúdios, com o mesmo produtor (George Martin) e tocou nos mesmos palcos que o quarteto de Liverpool.

A banda Gerry and the Pacemakers
A banda Gerry and the Pacemakers //Divulgação

A banda se separou em 1966 e lançou sete álbuns. Entre os hits mais famosos estão I Like It e How You Do It?. Após o fim do grupo, Gerry trabalhou como apresentador de programas de televisão infantis.

Uma das interpretações mais famosas de Gerry and the Pacemakers é da música You’ll Never Walk Alone (Você Nunca Andará Sozinho), composta por Richard Rodgers e Oscar Hammerstein II. A gravação foi lançada em 1963 e rapidamente atingiu o primeiro lugar da parada britânica de singles. Nos anos seguintes, a faixa foi adotada como hino informal do clube de futebol Liverpool, do qual Gerry era torcedor, e aparece no escudo e nos portões de entrada do estádio Anfield. Outros clubes ao redor do mundo também adotaram a música como hino, como o Bayern de Munique, o Borussia Dortmund, entre outros. Nas redes sociais, o clube Liverpool homenageou o cantor.

Em 2020, a música também foi interpretada para homenagear os profissionais de saúde que atuaram na linha de frente no combate contra a Covid-19.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade