Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Gero é o melhor restaurante italiano de Brasília

A boa execução de receitas clássicas da especialidade e o serviço impecável asseguram mais uma vitória à casa

Por Mirela Mazzola Atualizado em 4 set 2017, 21h26 - Publicado em 19 ago 2017, 02h00

Como todos os restaurantes do grupo Fasano, a unidade brasiliense do Gero exibe sofisticação comedida na decoração, assinada pelo arquiteto Aurélio Martinez Flores, o mesmo dos endereços de São Paulo e do Rio. O serviço, sempre impecável, é outro padrão da grife que se repete por aqui: o gerente Célio Freitas e o chef Ronny Peterson, finalista na categoria Chef do Ano desta edição, trabalham no grupo paulistano há 23 e dezoito anos, respectivamente. A afinação da cozinha, dedicada a clássicos da culinária italiana, aparece logo no capítulo das entradas, caso da equilibrada alcachofra gratinada com parmesão e aspargos (R$ 56,00). Na seção principal, as massas prezam pela delicadeza, como pode atestar o ravióli de pato ao molho de laranja (R$ 88,00). Importado do menu do Fasano da capital paulista, o filetto di manzo alla rossini consiste em filémignon ao molho marsala com trufa negra e foie gras (R$ 139,00) e está entre os pratos mais pedidos. Para ladeá-lo, o sommelier João Paulo Inocêncio Gama sugere rótulos como o tinto toscano Piccini Vito Cabernet Sauvignon 2015 (R$ 119,00), um dos 160 da carta de sua autoria. Suflê de chocolate com sorvete de baunilha (R$ 41,00) ou o italianíssimo tiramisu (R$ 44,00) encerram a refeição em grande estilo. Durante o dia, há almoço executivo, com couvert, entrada, prato principal e sobremesa, por R$ 104,00 — nessa ocasião, pode aparecer, por exemplo, o risoto de provolone com presunto cru e crocante de alho-poró.

Shopping Iguatemi Lago Norte, (61) 3577-5520 (100 lugares). 12h/15h e 19h/23h (sex. almoço até 16h e jantar até 0h30; sáb. almoço até 17h e jantar até 0h30; dom. almoço até 17h e jantar até 22h). Aberto em 2010. $$$$

  •  

    2º Lugar – Trattoria da Rosario

    Italiano mais condecorado de Brasília, o estabelecimento comandado pelo chef napolitano Rosario Tessier não se limita às massas. Inspirado na culinária da região da Úmbria, Tessier inseriu no menu o faisão recheado de miúdos (R$ 99,00). O prato pode ser solicitado com polenta mole ou nhoque com queijo de ovelha, ambas as guarnições finalizadas com pasta de trufa. Para harmonizar, a sugestão recai sobre o vinho tinto Zenith Primitivo Di Manduria 2014 (R$ 295,00). Como entrada, o chef traz de uma fábrica em Natal, comandada por italianos, a burrata que serve três pessoas (R$ 69,00).

    Continua após a publicidade

    QI 17, loja 215/216, Edifício Fashion Park, Lago Sul, (61) 3248-1672 (130 lugares). 12h/15h e 19h30/0h (sáb. almoço até 16h; dom. só almoço até 17h; fecha seg.). Aberto em 2003. $$$$

     

    3º Lugar – Pecorino Bar & Trattoria

    As filiais brasilienses da rede paulistana estão sob o comando do fundador, Zito Silveira, com sócios locais. O bar serve drinques tipicamente italianos, a exemplo do aperol spritz (R$ 29,00). Para comer, o acento mantém-se com a berinjela à parmigiana de entrada (R$ 28,00). Na etapa principal, faz sucesso o lombo de cordeiro com nhoque na manteiga e sálvia (R$ 59,00). A carta de sobremesas traz crepe de Nutella (R$ 19,00).

    210 Sul, bloco C, loja 38, (61) 3443-8878 (78 lugares). 12h/15h e 19h/0h (sex. e sáb. até 16h e 1h; dom. só almoço até 18h). Mais um endereço. Aberto em 2014. $$$

    Continua após a publicidade
    Publicidade