Clique e assine com até 92% de desconto

As melhores padarias de Brasília

Estabelecimentos fazem parte da edição de VEJA COMER & BEBER Brasília 2018/2019

Por a54913 18 Maio 2018, 01h00

Bäckerei

O nome é alemão (significa “padaria”), mas a linha de panificação e confeitaria tem sotaque francês. Entre os pães, o de nozes com gorgonzola custa R$ 18,00 (500 gramas). Para comer no local, há folhado de salmão e alho-poró com mix de folhas (R$ 19,00). A casa também vende cremes e geleias de fabricação própria. Brasília Shopping, 1º piso, 3244-6826 (20 lugares). 10h/22h (dom. 12h/20h); 110/111 Sul, Galeria Karim, loja 24, 3244-6826 (60 lugares). 8h/21h (fecha dom.). Aberto em 2017.

Bella Focaccia

Depois de aprender receitas tradicionais de panificação italiana em um mosteiro de Pádua, João Orlando trocou o funcionalismo público pelo comando da diminuta padaria ao lado do sócio, Caio Macedo. Todos os seus pães passam por fermentação natural de, no mínimo, 24 horas. Estrela da casa, a focaccia pode ser encontrada em diversos preparos, como o de alecrim e flor de sal (R$ 25,00 o quilo) e gorgonzola com cebola roxa (R$ 30,00 o quilo). CA 2, bloco V, loja 3, Lago Norte, 3968-1202 (8 lugares). 10h/20h (sáb. até 16h; fecha dom. e seg.). Aberto em 2017.

Berlim Pães

Reverencia a tradição alemã de panificação. Os pães, elaborados com matéria-prima orgânica e fermentação natural, chegam congelados da Alemanha e são assados à vista dos clientes. O que leva farelo de centeio integral sai a R$ 39,90 o quilo. A casa ainda tem sanduíches, bebidas à base de café e coquetéis, servidos a partir das 16h. Pão doce típico, a cuca de banana custa R$ 9,50 (a fatia). Setor de Mansões Dom Bosco, conjunto 12, bloco E, lojas 28 a 44, Lago Sul, 3877-8888 (40 lugares). 8h/22h (fecha seg.). Aberto em 2018.

Castália

O conceito “negócio de família” atinge o grau máximo nesta padaria de ambiente descolado. O padeiro Eduardo Neiva Tavares é irmão do sócio André. Ambos são primos do sócio e chef Pedro Galvão. Para fechar o círculo, as namoradas desse trio têm ligação com a Castália. A do Eduardo elaborou o projeto estrutural da casa, a do Pedro é barista no período da manhã e a do André reforça o atendimento à tarde. Os fortes laços proporcionaram outro diferencial: a união entre forno e fogão. Eduardo fez curso de panificação no San Francisco Baking Institute, na Califórnia. Pedro, por sua vez, formou-se chef na França e rodou a cozinha de restaurantes naquele país, no Japão e nos Estados Unidos. A mistura de experiências resultou numa padaria de base francesa (a farinha usada é dessa nacionalidade), forno português e um cardápio de pães de fermentação natural com preparos criativos e muitas pitadas de ingredientes brasileiros. Nessa linha figuram a baguete com queijo de minas curado e pimenta-rosa (R$ 9,00), o pão de cacau com castanha-de-baru e gotas de chocolate (R$ 6,00) e o folhado de goiaba com chocolate branco (R$ 8,00). Na seção açucarada, nada bate a popularidade da torta de chocolate meio amargo com flor de sal (R$ 10,00 a fatia), eleita o melhor doce da cidade pelo júri da revista. Densa, escura e coberta por uma cremosa ganache, ela tem seu dulçor contrastado pelos flocos de sal. 102 Norte, bloco D, lojas 64/74, 3081-8899 (25 lugares). 8h/19h30 (fecha dom. e seg.). Aberto em 2017.

Cardabelle

O francês Benoît Rataboul promove uma mescla de influências europeias e brasileiras no seu menu. A baguete cardabelle, por exemplo, leva flor de sal e pimenta-de-macaco, típica do Cerrado (R$ 8,40 a unidade). Cozido na folha de bananeira, o pão da bahia tem azeite de dendê, cebola, alho e coentro (R$ 12,80). Na seção doce, um brioche ganha recheio de creme de manjericão e cobertura de chocolate e flores comestíveis (R$ 16,80). CLN 403 Norte, bloco E, lojas 41 a 51, 3033-6684 (40 lugares). 7h30/21h30 (fecha seg.). Aberto em 2017.

Dylan Cafe & Bakery

Continua após a publicidade

Os pães mais densos, de longa fermentação e sabores marcantes, se destacam, a exemplo do 100% integral (R$ 22,00, 700 gramas). De mesmo preço e peso, o de centeio com farinha de linhaça dourada é vendido nos fins de semana. Em ambiente descolado, com cardápio escrito nas paredes e pedidos feitos no balcão, também serve sanduíches, pizzas e bolos. O de maracujá com coco custa R$ 8,00. 315 Sul, bloco A, loja 15, 3363-1294 (52 lugares). 13h/22h (sáb. 9h/22h e dom. 8h/14h). Aberto em 2014.

La Boulangerie

A marca, sob a batuta de Guillaume Petitgas, é uma das pioneiras do boom de padarias com sotaque francês na capital. O croissant (R$ 5,25) segue uma das estrelas do balcão, assim como o pão de azeitonas (R$ 13,75). Também é difícil resistir às madeleines (R$ 1,90 cada uma) na hora do cappuccino (R$ 12,50 o grande) ou à éclair de chocolate (R$ 8,50) em um intervalo doce do dia. 306 Sul, bloco B, loja 10, 3244-1394 (26 lugares). 7h/20h (fecha dom.). Mais quatro endereços. Aberto em 2007.

La Boutique

O nome francês deixa evidente a linha da casa. Além da boa oferta de pães na vitrine, o cliente pode se sentar na varanda e desfrutar de um sanduíche montado no pão de forma tradicional ou integral com blanquet de peru, brie, pera e uva-passa  (R$ 21,90) – o mate gelado com limão (R$ 7,90) acompanha bem esse momento. Queridinha da seção de doces, a la tropezienne é uma massa de brioche recheada com creme mousseline e coberta por amêndoas (R$ 8,90). 413 Norte, bloco A, loja 20, 3447-7494 (42 lugares). 7h30/20h30 (dom. até 18h). Aberto em 2013.

L’Amour du Pain

A paixão do proprietário Serge Segura está explícita no nome da casa: os pães. Natural de Montpellier, no Sul da França, ele serve criações como o ruban, massa de croissant cortada em formato quadrado e servida em cinco versões de recheio. Uma delas leva salmão defumado, cream cheese, tomate e dill (R$ 4,90). Na lista doce, o le cercle rouge combina massa de pistache, framboesa, creme de tiramisu e telha de laranja com amêndoa (R$ 14,90). 115 Sul, bloco B, loja 10, 3525-5909 (90 lugares). 7h/22h. Aberto em 2016.

La Panière

Os folhados têm papel de destaque entre os itens que saem do forno da casa – todos elaborados com fermentação natural. Estrela do menu, a receita clássica de croissant (R$ 5,80) também pode ser adquirida com recheio de queijo e presunto (R$ 8,20). No rol dos doces está um sonho (R$ 6,60) com toques autorais: não passa por fritura e tem uma pitada de laranja no seu creme. 211 Sul, bloco A, loja 35, 3245-6280 (21 lugares). 7h/20h (dom. 8h/13h; fecha seg.). Aberto em 2014.

Varanda Pães Artesanais

Depois de começar apenas com delivery, a marca ganhou endereço próprio e, desde 2017, também funciona como café. No menu das mesas há cinco sugestões de sanduíches, como a que reúne pão de semente de girassol, shimeji, cebola caramelizada, gengibre e shoyu (R$ 18,00). Direto no balcão, o pão de chocolate com castanha-do-pará e laranja é o preferido dos clientes (R$ 19,00, 500 gramas). 215 Norte, bloco D, loja 39, 3033-2002 (30 lugares). 10h/20h (fecha dom. e seg.). Aberto desde 2015.

Continua após a publicidade
Publicidade