Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

VEJA Gente Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Valmir Moratelli
Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios
Continua após publicidade

Chef de cozinha se envolve em polêmica sobre Israel e Palestina

Pedro Benoliel já apresentou 'Tempero na Mochila', do Discovery Plus

Por Giovanna Fraguito Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO , Valmir Moratelli Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2023, 11h06 - Publicado em 31 out 2023, 11h00

Ex-apresentador de alguns programas culinários em canais de TV, tais como Tempero na Mochila, do Discovery Plus, o chef de cozinha Pedro Benoliel, de 35 anos, vem recebendo críticas pela forma como tem se posicionado em relação ao conflito na Faixa de Gaza. Sua família, de origem judaica, é conhecida por ter um bufê há mais de 30 anos. Nos últimos dias, Pedro fez uma sequência de publicações apontando as ações do grupo terrorista Hamas como único fator para a geração da guerra. “Você sabe quem é imprensa em Gaza? Hamas. Sabe quem é o ministério da saúde em Gaza? Hamas. Sabe quem distribui os recursos em Gaza? Hamas. Não existe informação que pode ser confirmada do lado de lá da fronteira”, escreveu.

+ Acompanhe as principais notícias do dia no canal de VEJA no WhatsApp

Entre as críticas mais ferozes, a do escritor Anderson França tem soado forte nas redes. Chamou Pedro de “genocida” e o ironizou em várias postagens: “Chef de gente famosa, branca, como ele. Cantores, atores, políticos já comeram seus deliciosos pratos em diversos restaurantes que ele já comandou, no Jockey Club, ou outros points badaladíssimos da Zona Sul do Rio. (…) Branco, privilegiado, mas adora evocar um Holocausto do qual não participaram, e se participassem, dado o amor ao dinheiro, pouco provável de que não estariam trabalhando para os nazistas, entregando judeus”, escreveu Anderson.

Um outro seguidor anônimo escreveu ao chef: “O Hamas não é a Palestina e Israel nem de longe é o coitadinho. Essa guerra precisa acabar, o terrorismo precisa acabar, mas não julgue sem conhecer os dois lados da História! (Com H maiúsculo mesmo, porque são décadas de conflito e massacre de um povo)”. Pedro assim lhe respondeu: “Quem está julgando? Estamos falando de terror. Eu entendo bem o conflito, sou judeu e já morei por lá. Erramos também, ninguém nega, mas não dá para relativizar o dia 07/10”.

Continua após a publicidade
View this post on Instagram

A post shared by Anderson França (@blogandersonfranca)

View this post on Instagram

A post shared by Pedro Benoliel (@pedro)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.