Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
. Thomas Traumann Jornalista e consultor de comunicação, é autor de "O Pior Emprego do Mundo", sobre o trabalho dos ministros da Fazenda. Escreve sobre política e economia

As mil razões de um voto

Pesquisa Quaest/Genial explica os motivos das escolhas dos eleitores

Por Thomas Traumann Atualizado em 14 dez 2021, 13h51 - Publicado em 14 dez 2021, 09h33

Entender os motivos que levam um eleitor a votar em A ou B são essenciais para entender o espírito do tempo. Em 2018, o repúdio à política causou uma espiral de ódio que elegeu Jair Bolsonaro e causou a maior renovação no Congresso em vinte anos. Em 2020, no entanto, o eleitor amedrontado pela pandemia de Covid priorizou a experiência, reelegendo prefeitos, trazendo ex-prefeitos e descartando os novatos. Com a pandemia em níveis baixos e a recessão, a economia voltou a ser a principal preocupação do eleitor. É fato dado que um candidato que não tiver um programa para combater inflação, desemprego/subemprego e miséria não terá chance em 2022. O Brasil que vai às urnas em outubro é mais pobre e menos esperançoso.

A empresa Quaest, sob encomenda da corretora Genial, fez uma pesquisa sobre os motivos do voto dos cinco principais candidatos. Os resultados mostram mais um voto a favor do candidato escolhido – seja por admiração pessoal ou defesa do governo/propostas – e menos um voto contra um adversário. Isso é um bom sinal para quem teme uma eleição agressiva, e que precisa ser investigado em pesquisas futuras. Compare os motivos de cada um:

Lula (41% das intenções de voto)
O eleitor lulista é um saudosista. A pesquisa mostra a correção da tática de comparar os governos do PT até 2010 com a situação atual, excluindo os anos Dilma.

Citada por apenas 3% dos eleitores de Lula, a oposição a Bolsonaro é um tema menor para os petistas.

Políticas sociais/ combate à fome, miséria 39%
Bons governos anteriores 38%
Programa de governo/mudança na economia 18%
Admiração pelo candidato 16%
Oposição a Bolsonaro 3%
Para acabar com a polarização 1%
Outros 10%

Bolsonaro (23%)
Como previsto, há relação direta entre a aprovação ao governo e à figura do presidente e o voto pela reeleição. Se o governo fosse minimamente eficiente, as chances do presidente seriam maiores.

Chama a atenção que dois temas mais recorrentes do bolsonarismo, o antipetismo e agenda de costumes, tenham tido sido escolhidos por poucos.

Continua após a publicidade

Programa de governo/manter o rumo 40%
Admiração pelo candidato 27%
Honestidade/combate à corrupção 9%
Oposição a Lula/PT 7%
Defesa da pauta de costumes 6%
Para acabar com a polarização 2%
Outros 15%

Sergio Moro (10%)
O ex-juiz é o candidato de uma causa, a Lava Jato e o discurso udenista anticorrupção. É uma base real para um ponto de partida.
Operação Lava Jato 31%
Admiração pelo candidato 27%
Porque foi juiz/inteligente 14%
Programa de governo 8%
Oposição a lula/PT 4%
Para acabar com a polarização 4%
Oposição a Bolsonaro 2%
Outros 13%

Ciro Gomes (5%)
O maior atributo da campanha de Ciro é ele mesmo, o candidato mais admirado pelos seus eleitores. Essa ligação gera engajamento, mas para um candidato pela quarta vez mostra-se pouco.

Admiração pelo candidato 42%
Programa de governo 16%
Oposição a Bolsonaro 9%
Porque representa Ceará/Nordeste 9%
Para acabar com a polarização 4%
Pela indústria nacional 2%
Oposição a Lula/PT 1%
Outros 13%

João Doria (2%)
Assim como Ciro, o governador de São Paulo faz uma campanha de uma voz só. Os resultados ruins na pesquisa refletem a solidão da candidatura.

Admiração pelo candidato 29%
Pela vacinação em SP 16%
Programa de governo 16%
Oposição a Bolsonaro 5%
Para acabar com a polarização 4%
Oposição a Lula/PT 1%
Porque é empresário 1%
Porque representa São Paulo 1%
Outros 11%

Giro VEJA: Tensão entre Bolsonaro e STF assombra posse de André Mendonça

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês