Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Tela Plana

Por Kelly Miyashiro
Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming
Continua após publicidade

‘O Problema dos 3 Corpos’ e mais séries de hard sci-fi para ver em casa

Subgênero preza pelo rigor científico e dispensa liberdades da fantasia como teletransporte e forças sobrenaturais

Por Thiago Gelli Atualizado em 9 Maio 2024, 10h58 - Publicado em 28 mar 2024, 09h00

Muita da ficção científica produzida na literatura e no audiovisual se passa no espaço, mas nem toda trama de aventura intergaláctica ou delírio alienígena merece de fato ser chamada de ficção científica — ao menos é o que acreditam os adeptos do hard sci-fi, subgênero dedicado a produções que buscam ao máximo se manter dentro dos confins da ciência estudada por humanos. Exemplo disso é o mais recente sucesso da Netflix, O Problema dos 3 Corpos, que homenageia uma das teorias gravitacionais de Isaac Newton em seu título. Baseada na trilogia de livros do chinês Cixin Liu, a série mistura mecânica quântica, astrofísica e historiografia para tecer seus conflitos entre humanos, alienígenas e tecnologia — e se junta ao diverso cânone do filão. Para aqueles cuja fome de ciência persiste, então, o cardápio do streaming oferece novas fronteiras:

Fundação
Onde: Apple TV+

Baseada na obra homônima de Isaac Asimov, um dos mais importantes autores do gênero, Fundação se passa em um futuro distante e imagina uma galáxia inteiramente regida por um Império apenas. Quando o matemático Hari Seldon (Jared Harris) prevê que o regime irá ruir em 500 anos, o status quo entra em crise e conflitos são desencadeados ao longo de mais de um milênio, representado na série por idas e vindas temporais. Com base em psicologia, história, ciências sociais e cosmologia, o seriado não apenas se dedica à verossimilhança de seus detalhes científicos, mas se atenta à precisão de seus conflitos políticos. Como garantia extra, o veterano da Nasa Kevin Hand aconselha os escritores a pensar a geografia do enredo e a astrofísica dos planetas fictícios.

Devs
Onde: Star+

Continua após a publicidade

Minissérie criada por Alex Garland, responsável pelos filmes Ex Machina – Instinto Artificial e Aniquilação, Devs acompanha a engenheira de computação Lily Chan, que passa a suspeitar que a empresa de informática quântica para a qual trabalha é responsável pelo desaparecimento de seu namorado. Fincada no determinismo, a narrativa utiliza a relação de causa e efeito para imaginar uma tecnologia capaz de prever todo o futuro. O diretor nega que os exatos eventos da série sejam possíveis, mas entrevistou diversos programadores da área e defende que o princípio por trás de sua ficção é digno do hard sci-fi: “Essa história pode ocorrer no mundo real da mesma maneira que Ex Machina — o que significa que não deve acontecer, mas é uma possibilidade. Algo substancialmente importante pode ser provocado pela existência de computadores quânticos”, disse ao Los Angeles Times em 2020.

The Expanse
Onde: Prime Video

Continua após a publicidade

Série mais longa da lista, The Expanse cativou seus espectadores ao longo de seis temporadas repletas de apuração científica. Nela, humanos colonizam o Sistema Solar e buscam expandir seu domínio, mas não recorrem a invenções fantásticas como hipervelocidade ou teletransporte. Pelo contrário, as viagens entre planetas são mais verossímeis e a escala nunca foge da apreensão humana. Em entrevista ao portal San Francisco Bay Area News, o astrofísico Alex Filippenko laureou o seriado como a produção mais precisa da televisão americana, distinta por reconhecer as barreiras físicas do avanço científico.

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.