Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Sobre Palavras Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Sérgio Rodrigues
Este blog tira dúvidas dos leitores sobre o português falado no Brasil. Atualizado de segunda a sexta, foge do ranço professoral e persegue o equilíbrio entre o tradicional e o novo.
Continua após publicidade

Do ‘klima’ ao clima

Os gregos antigos não eram extraordinários climatologistas, mas isso não os impediu de nomear com sua palavra klima, que na origem queria dizer “inclinação, declive”, o conjunto de condições atmosféricas que hoje ocupa lugar de honra entre as preocupações da humanidade. Nas palavras do Merriam-Webster etimológico, “os gregos atribuíam as várias condições climáticas encontradas em […]

Por Sérgio Rodrigues
Atualizado em 31 jul 2020, 02h23 - Publicado em 6 jan 2015, 16h01

Os gregos antigos não eram extraordinários climatologistas, mas isso não os impediu de nomear com sua palavra klima, que na origem queria dizer “inclinação, declive”, o conjunto de condições atmosféricas que hoje ocupa lugar de honra entre as preocupações da humanidade.

Nas palavras do Merriam-Webster etimológico, “os gregos atribuíam as várias condições climáticas encontradas em diferentes partes do mundo” unicamente ao klima, isto é, “ao suposto declive da terra do equador aos polos”.

Na divisão de zonas climáticas que aqueles primeiros geógrafos elaboraram, mais ou menos correspondente às modernas latitudes, cada uma das regiões era um klima, um segmento na trajetória de descaimento da superfície terrestre em seu progressivo afastamento do sol.

A palavra chegou ao latim como clima e ao francês, no século XIII, como climat – origem imediata do nosso substantivo, datado do século XV. Parece ser obra do século XIX, em qualquer língua, o uso figurado de clima em referência a “ambiente, contexto”, como em “clima político”, “clima festivo” etc.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.