Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

O Brasil na era dos jegues!

Mais um dia de caos em São Paulo. Mais uma vez, uma seita de extrema esquerda, o PSTU, se apodera de um bem público, o metrô, para levar adiante seus delírios. O pretexto para a greve usado pelo sr. Altino Prazeres, presidente do sindicato, me parece tão verdadeiro como a cor de seus cabelos, mais […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 03h43 - Publicado em 6 jun 2014, 17h52

Mais um dia de caos em São Paulo. Mais uma vez, uma seita de extrema esquerda, o PSTU, se apodera de um bem público, o metrô, para levar adiante seus delírios. O pretexto para a greve usado pelo sr. Altino Prazeres, presidente do sindicato, me parece tão verdadeiro como a cor de seus cabelos, mais negros do que as asas da graúna, já ele passado dos 50 anos. Aliás, ultimamente, os radicais de esquerda decidiram cuidar de forma meio patética da aparência, com excesso de tinta no cabelo e botox. Nada contra os expedientes em si. Neles, no entanto, parece haver uma tentativa de forçar uma eterna juventude para que possa se eternizar a irresponsabilidade.

Na estação Ana Rosa do metrô, a polícia teve de recorrer a bombas de gás lacrimogêneo para dispersar piqueteiros que tentavam fechar a estação e impedir o acesso dos usuários à plataforma. Os comandados do sr. Altino Prazeres se comportam como os donos do bem público. O metrô não pertence mais à população de São Paulo. O PSTU se apropriou do suor, do esforço, do trabalho e do tempo dos brasileiros que moram nesta cidade ou que aqui trabalham.

A PM emitiu uma nota sobre a sua ação. Lá se lê: “A Polícia Militar agiu em defesa dos direitos dos usuários do metrô. […] a estação Ana Rosa está funcionando. Não fosse a PM, estaria fechada e seus usuários, sem transporte”. Parabéns, Polícia Militar de São Paulo! Dentro das regras e usando a força necessária, que lhe confere a lei, os policiais são a democracia com farda.

Um sindicalista ainda chiou: “Chegamos às 3h30 para fazer um piquete e acabamos surpreendidos com a entrada da Tropa de Choque, que nos atacou em ambiente fechado. Tô fazendo 30 anos de Metrô esse ano e olha o que eu ganho”, apontando para um ferimento na perna.

Continua após a publicidade

Como é? Este senhor acha que está fazendo algum favor a alguém? Faz piquete com que direito? Cinquenta e quatro anos e ainda não aprendeu a respeitar os direitos alheios? Ganha quase mil reais por mês só de vale-refeição e vale-alimentação e quer impedir que gente que recebe isso de salário tenha acesso a transportes? Tenha compostura, meu senhor. Aliás, julgada a ilegalidade certa desta greve, que o governador Geraldo Alckmin mande pôr na rua os baderneiros.

Eis aí o país que estão construindo os baderneiros. Isso tudo tem história e tem explicação. Não foi Lula quem convidou os brasileiros a ir à Copa nem que fosse de jegue? A cidade vive o seu inferno. Há um amistoso da Seleção hoje no Morumbi! Vamos lá, paulistanos, montando no lombo daquele que zurra!

Lula, como sempre, é um homem profético.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.